Polícia

Sala Verde para a comunidade

27/04/2012 - Polícia

A chuva atrapalhou, mas quem passou pela Praça Menna Barreto na manhã de ontem se deparou com um ambiente diferente do comum. Jogos, fotografias e muitos objetos coloridos tomaram conta do local. Trata-se do projeto Sala Verde vai à Praça, desenvolvido pela Sala Verde Manoel Ribeiro Pontes Filho, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Saneamento Básico de Estrela.

Conforme explica a secretária de Meio Ambiente, Ângela Schossler, toda última quinta-feira do mês, parte da estrutura da Sala será deslocada até a Praça, com o objetivo de fomentar a Educação Ambiental informal, atendendo a comunidade visitante.

De acordo com a coordenadora da Sala Verde, Regiane Mallmann, o objetivo é aproximar as pessoas das informações ambientais, incentivando-as cada vez mais a promoverem atitudes ecologicamente adequadas em suas ações diárias. “Estamos apresentando todos os projetos que vem sendo desenvolvidos pela Sala e convidando as pessoas a aderirem a atitudes corretas, como a separação do lixo, o descarte correto do óleo de cozinha e aparelhos eletroeletrônicos”, salienta Regiane.

A primeira edição do Sala Verde Vai à Praça contou com a divulgação dos projetos Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos e do Óleo de Cozinha e Campanha de Recolhimento de Equipamentos Eletrônicos de Informática e Telefonia Pós-Consumo. O primeiro, salientando os mais de 40 pontos de coleta de óleo disponível no município. O segundo, um projeto recente, aonde a comunidade é convidada a levar equipamentos eletrônicos usados à Secretaria de Meio Ambiente para posterior correta destinação. “Iniciamos o projeto essa semana. Pequenas empresas participantes estão recebendo um certificado de destinação correta dos equipamentos usados”, coloca Ângela.

Atividades
O projeto vai contar com exposições como a Belezas do Rio Taquari, com o objetivo de reforçar as questões sobre preservação dos recursos hídricos e Corredor Ecológico. Nessa edição, contou com a exposição itinerante Janela Literária. “Trata-se de poemas e provérbios que serão colocados às janelas dos ônibus que transportam às crianças à usina de Tratamento de Lixo”, explica Regiane, afirmando que muitos dos contos vão tratar de questões ambientais, abordando, assim, Literatura e meio ambiente.  
As edições do projeto vão contar com jogos, atividades e livros de Educação Ambiental direcionados ao público infantil. Crianças e adolescente vão poder participar de Trilha Ecológica, com identificação de espécies arbóreas nativas e exóticas, reconhecimento das funções e importância das árvores. Nas oportunidades, ainda haverá Feira de Filhotes, com doações de cães. Toda comunidade está convidada a participar. Escolas podem inscrever os alunos. Em caso de chuva no dia, as atividades serão transferidas para outra data, a ser definida e divulgada.


Leia Também

Preso por tráfico em Bom Retiro do Sul

30/03/2020

Homem estava com um tijolo de maconha e pinos vazios para embalar cocaína

DP em reforma

21/02/2020

Inicialmente ocorrem adequações na alvenaria


Corpo é encontrado em avançado estado de decomposição

18/02/2020

Homem estava em sua residência, no Bairro Oriental em Estrela

Idosa morre após ser atropelada na área central de Estrela

07/02/2020

Ela atravessava a rua quando foi atingida por um veículo