Esportes

Bicicross

09/11/2012 - Esportes

Entre os melhores do país

 

Venâncio Aires é considerada a Capital Nacional do Chimarrão. Contudo, no último final de semana, a cidade ficou por três dias como a Capital Nacional do Bicicross. Isso porque a remodelada pista de BMX do Parque do Chimarrão foi palco da 3ª e última etapa da Copa do Brasil de Bicicross, organizada pela Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e pela Federação Gaúcha de Ciclismo (FGC), em parceria com o Mocva. Trata-se do segundo maior evento no pais na modalidade. E Estrela esteve representada outra vez pela Associação Estrelense de Bicicross (AEBMX). Oito pilotos vestiram as cores da associação, e eles não fizeram feio. Estiveram no pódio com Luis Parode (vice-campeão na boys 14 nos) e Lucas Pasch (3º na cruiser 17 a 24 anos). No ponto mais alto subiu Alan Janes da Silva (11).  

 

Há três anos no bicicross, a Copa do Brasil foi a conquista mais expressiva e comemorada de Alan, que já faz bonito nas pistas do Estadual. A primeira experiência do garoto em pistas nacionais fora em Leme-SP, mas então em etapa única do Campeonato Brasileiro, quando faturou o 5º lugar. Agora, na pista com traçado e padrões olímpicos, 325 metros com reta Expert e Pró, tida como alto padrão, Alan fez ainda mais bonito. “Estou muito feliz, afinal, é um campeonato nacional. Pena que não pude disputar as outras etapas, que foram em Americana-SP e na Bahia. Falta patrocínio, mas se alguém quiser, pode me ajudar”, diz ele. Aproximadamente 150 pilotos de todo o Brasil disputaram, diante de mais de três mil pessoas, as primeiras colocações no pódio em 26 categorias. O evento contou com a participação de dois pilotos da modalidade que representaram o país nas Olimpíadas de Londres: Renato Rezende, de São Paulo e Squel Stein, de Santa Catarina. São Paulo venceu a disputa por Estado com 318 pontos, seguido do Rio Grande do Sul com 312 pontos e Bahia com 194 pontos. Se conseguir, irá disputar na outra semana, em Sapiranga, as duas últimas etapas do Campeonato Brasileiro, mas o organizado pela Confederação Brasileira de Bicicross (CBBX) – duas entidades ditam o esporte no país.

 

Já referência

 

Dois dias depois de subir ao alto do pódio na Copa, o aluno da 6ª série da Escola Estadual de Educação Básica Vidal de Negreiros já sentiu o peso e a responsabilidade da conquista. Alan foi convocado para conversar com os alunos da escolinha municipal de bicicross da Estrela “Fui incentivar eles, pedir pra se esforçarem e seguirem o caminho certo”, afirma ele, com a certeza de que sabe o que está falando. O pai de Alan vê o progresso no filho desde que este passou a correr. “Começou por incentivo dos amigos. No início até fomos contrários, achando que seria muito perigoso. Mas não tivemos como segurá-lo. Hoje vemos o quanto isso foi e tem importante. Fez mais amigos por todo o Estado, está sempre disposto a pedalar e também praticar outros esportes. Por isso também estamos investindo muito nisso”, destaca Neri Janes da Silva. Alan reconhece. “Mudou minha rotina, está mais corrido, treinos todos os dias, mas estou adorando.” 


Leia Também

41ª Copa Soges de Futebol Sete: rodada quente na Elite

17/05/2019

Confrontos podem trazer mudanças no topo da principal divisão da competição

41ª Copa Soges de Futebol Sete: sem mudanças no topo

10/05/2019

Líderes das duas principais divisões seguem os mesmos e invictos. Disputa já soma 400 gols, média de 5,4 por partida


Avates conquista medalhas na Argentina

03/05/2019

Equipes mirim e infanto ficaram com o vice-campeonato no Torneio de Bell Ville

Estrelense volta à elite do Estado

03/05/2019

Alkine Rissi e Alexandre Böhmer participaram da terceira etapa do Triathlon, em Imbé