Variedades

A iluminação ideal para diferentes ambientes

Detalhe que antes era visto apenas com a função de clarear espaços, hoje tem potencial decorativo, aliando beleza e aconchego

08/03/2019 - Variedades

Foto 1

Até pouco tempo atrás a função da iluminação era somente clarear. Era só colocar um ponto de luz central e estava pronto. Atualmentem esta visão de iluminação vem dando espaço para o potencial decorativo que abajures, colunas, arandelas, spots pendentes que combinados com o tipo de lâmpada adequada dão um toque especial ao ambiente.

Mas como não errar na escolha da iluminação? Basta sabermos a diferença entre tonalidades de cor que as lâmpadas emitem ao ambiente e a influência delas no local de uso. E para isso a arquiteta e urbanista Ana Júlia Formentini e a engenheira civil Giovana Mulinari, da ECAU Engenharia e Arquitetura, dão algumas dicas.

Definições importantes: 

Basicamente, a iluminação pode ser classificada em quente, neutra ou fria. Porém, quando se fala em quente ou fria não estamos falando em temperatura e sim na tonalidade.

Cor Quente: luz amarelada que traz sensação de aconchego. Proporciona conforto e relaxamento, ideal para se utilizar em salas, quartos e restaurantes. Cor quente não representa calor e sim cor.

Cor Neutra: luz neutra, como o próprio nome diz. É levemente amarelada, luz suave, indicada tanto para ambientes residenciais como shoppings e espaços comerciais, ideal para paisagismo, pois reproduz melhor as cores e traz estímulos sem exageros.

Cor Fria: luz clara e intensa, que estimula a atenção máxima e a produtividade, destacando a higiene e limpeza do ambiente. São indicadas para escritórios, salas de aula, indústrias, consultórios e drogarias, além de ambientes residenciais como cozinha, banheiro e área de serviço.

Confira nas imagens exemplos de ambientes iluminados de formas diferentes, mas que dão um toque especial de claridade e decoração nos cômodos:

Não existe uma regra pré-estabelecida para a utilização das cores das lâmpadas, mas sim o que se adequa melhor para a determinada função no ambiente. Ou seja, o que eventualmente é mais favorável para se utilizar na ocasião. O jeito de iluminar um ambiente não precisa se enquadrar em apenas uma das categorias citadas anteriormente. Uma boa opção é mesclar tipos de iluminação, dando ao ambiente mais valor visual. As possibilidades de criar diferentes climas para um mesmo ambiente dependem do projeto que você quer para sua casa. (Foto 1)


Enfim, uma boa iluminação propicia conforto e eficiência. Mas uma má utilização é capaz de desvalorizar um ambiente e prejudicar o funcionamento dos espaços. Para ajudar nessa escolha, peça orientação a um profissional qualificado na área, entre eles, arquitetos e engenheiros civis. Assim, é possível alcançar todo o potencial do cômodo e tornar o espaço mais confortável e aconchegante. (Foto 2)

As imagens de projeto de interiores desenvolvido pela ECAU Engenharia e Arquitetura apresentam a iluminação com todo o seu potencial de uso em uma sala de estar. Podemos observar a aplicação de lâmpadas de cor quente. Temos a tradicional iluminação central, porém no projeto também foi utilizado luminárias com lâmpada dicroica para destacar o papel de parede aplicado em parte da sala de estar, bem como no painel ripado da TV e acesso principal. Para a valorização dos quadros do acesso foi utilizado spots de sobrepor direcionáveis. Ainda neste projeto foi utilizada fitas de led nas sancas de gesso. (Foto 3)

 


Leia Também

Vai começar a festa: Maifest 2019 ocorre até dia 26

17/05/2019

A programação que marca os 143 anos de Estrela conta com o 20º ParkChoppFest e o 54º Festival do Chucrute


Pelo bem do próximo

17/05/2019

Agasalhos confeccionados pelo grupo foram doados à Emei Criança Feliz

D’ Casa realiza promoção em homenagem ao Dia das Mães

10/05/2019

Três ganhadoras receberão vales-compras de R$ 150