Imigrante

Acolhidas e atividades na volta às aulas

Mais de 400 estudantes foram recepcionados na segunda-feira

22/02/2019 - Imigrante

O primeiro dia de aula nas escolas de Imigrante foi marcado pela recepção aos alunos. A segunda-feira, dia 18, foi dedicada às boas-vindas, incluindo dinâmicas, momentos de avisos, brincadeiras, intervalo estendido para que os estudantes pudessem conversar, entre outras.

Ansiosa para o início do ano letivo estava Katchussa Gabriela Martin, de 12 anos, que estuda na Escola Municipal de Ensino Fundamental Santo Antônio. “É bom voltar porque assim também conheço pessoas novas. A escola é muito boa, os professores são ótimos profissionais e a direção também é muito legal.”

Gabriela Massotti, de 13 anos, da EMEF Arco Íris, afirma que, neste ano, pretende se dedicar ainda mais aos estudos. “Minhas expectativas são as melhores. Quero aprender coisas novas, ver os livros novos. No turno da tarde eu participo da oficina de Ciências, porque aprendo mais e me torno uma pessoa mais investigativa”, conta.

A coordenadora pedagógica Daniela Kohl Duarte destaca que há novidades para melhorar ainda mais o atendimento aos estudantes. “Temos a implementação das aulas de inglês para os alunos dos anos iniciais, a partir do 2º ano, e isso é uma conquista. Ainda o desenvolvimento de projetos em sala de aula e no turno inverso, os quais incentivam a pesquisa”, salienta.

Reformas nas escolas

Durante o período de férias, a prefeitura trabalhou em reparos nos prédios e na pintura de escolas. “Fizemos algumas reformas muito importantes, como a transformação da ambiência do auditório da Escola Santo Antônio e a pintura da Escola Arco Íris, mas também realizamos uma série de outras melhorias para que os nossos alunos tenham o melhor”, destaca o secretário da pasta de Educação, David Orling.

Formação de professores

Na semana que antecedeu o retorno das aulas do Ensino Fundamental, os professores municipais participaram de diversas atividades de formação e preparação, como forma de integrar a equipe e agregar na qualidade de ensino.

No dia 11, foram recebidos pelo secretário David Orling. Ele destacou os índices da educação de Imigrante e a importante colaboração que o trabalho dos professores tem em relação a eles. As capacitações continuaram com a palestra sobre inclusão com a doutora em Educação e coordenadora dos cursos de graduação e pós-Graduação em Psicopedagogia do Centro Universitário La Salle, Gilca Lucena Kortmann.

As atividades seguiram com reuniões internas de cada escola para o planejamento das atividades, principalmente dos primeiros dias de aula. A semana terminou com capacitação do União Faz A Vida, programa promovido pelo Sicredi, que ocorreu em Teutônia. Já na segunda-feira, dia 18, os professores participaram da Conferência de Abertura da formação continuada, com a palestrante Paula Sibila, que abordou os desafios da escola na educação contemporânea. A palestra ocorreu na Universidade do Vale do Taquari, dando início à formação continuada deste ano, com encontros presenciais e atividades à distância.

Atendimento educacional

Em Imigrante, 27,5% do orçamento do município é dedicado à educação municipal. Os alunos são atendidos por mais de 60 professores, monitores e serventes. São 339 alunos no Ensino Fundamental, 50 nas EMEIS e 84 na rede estadual. 


Leia Também

Cuidado com a saúde bucal

11/10/2019

Município desenvolve ações e trabalha de forma multidisciplinar para atender pacientes

Cão Valente se recupera de ferimentos

07/10/2019

Animal foi resgatado em Imigrante e associação pede ajuda para custear tratamento


Osmar e Cleri Thomé são os novos rei e rainha da terceira idade de Imigrante

04/10/2019

Mais de 600 pessoas participaram da Festa do Idoso

Feira do Livro de Imigrante inicia quinta

04/10/2019

Tema desta edição é Diversidade Cultural e evento contará com diversas atividades