Variedades

Advocacia preventiva: mindset para antecipar, prevenir e evitar

Advocacia preventiva, ato de consultar antes um advogado, é uma prática que pouca gente já adotou

14/06/2019 - Variedades

Créditos da matéria: Ana Caroline Kautzmann

Não é fácil encontrar profissionais que estejam preocupados e preparados para atuarem na advocacia preventiva. Normalmente os estudantes de Direito são mais preparados para atuarem em processos judiciais, solucionando litígios estabelecidos, do que para evitá-los. Além disso, falta para as pessoas, seja o cidadão, seja as empresas, o “mindset” para buscar as informações necessárias a prevenir a ocorrência de problemas, o que se consegue através de uma consulta prévia ao profissional do direito quando da realização de negócios.

O advogado André Roberto Mallmann, que está na área há 35 anos, busca atuar na advocacia preventiva, assessorando pessoas físicas e jurídicas com o objetivo de evitar, primeiro, o surgimento de problemas; segundo, estabelecer uma posição favorável em caso de surgimento de problemas; e, terceiro, dar maior agilidade à solução do problema se houver necessidade de busca do Judiciário – já onerado com tantos processos. “Esta preocupação surgiu na medida em que não se pode pensar em conflitos, bem como na demanda judicial dele decorrente, apenas como um custo financeiro. Se um negócio não é bem feito ou cumprido, se perdem clientes, se perdem novos negócios, se perde dinheiro, mas, principalmente, se perde tempo que deveria ser destinado a novas atividades normais, seja como cidadão, seja como empresa”, destaca.

Livro

“Prestamos assessorias para empresas há muito tempo. Com essa experiência, estou formatando um livro que terá como título “Passivo oculto”. Isto porque vi muitas histórias que envolvem um bom profissional, que acha que presta um serviço bom, decide sair do emprego e criar sua empresa, mas ele não toma todas as cautelas necessárias, cresce, mas quando ele consegue parar para observar, está quebrado”, destaca.

Necessidade de formalizar

“Se tu não formalizas tua venda de forma correta, por exemplo, qual é a alternativa que tens para receber o valor se o comprador não te pagar? Entrar com uma ação de cobrança. Com isso a perspectiva de ter reconhecido o crédito já ultrapassa um ano, pois é preciso alcançar uma condenação primeiro. Se formalizas corretamente tua venda, com o assessoramento correto, e o comprador não te pagar, terás uma duplicata, uma nota promissória, um cheque e em vez de ter todo um caminho a percorrer para condenar o devedor, recorre-se ao juiz para buscar já o pagamento. Se ele não pagar no tempo determinado é possível realizar o trancamento de bens, garantindo o crédito a ser recebido e agilizando o processo, inclusive bloqueando valores que foram encontrados junto a bancos. Informação, atenção aos detalhes, adoção de rotinas e práticas corretas são fundamentais”, explica o advogado.

Informação é fundamental

A advocacia preventiva, ato de consultar antes um advogado, é uma prática que pouca gente já adotou, mas os benefícios tanto econômicos quanto para a imagem da empresa que a mesma proporciona, são muito significativos. Essa prática de prevenção, inclusive, é menos custosa financeiramente e menos demorada do que atuar em uma ação judicial já instalada. “Informação é fundamental. Então é preciso que todos se acostumem a buscar isso. A prevenção tem uma implicação muito relevante tanto à nível de empregados quanto dos negócios de cada um de um modo geral, de vez que evita ou até mesmo diminui problemas e é dentro desse contexto que trabalhamos muito”, destaca Mallmann.

Reforçando a relevância de se buscar um trabalho de advocacia preventiva, Mallmann afirma que é necessário encontrar profissionais e equipe alinhados com a mentalidade necessária para entender a importância desta prática. “Com isso, a empresa se antecipa, evita prejuízos causados pela falta de proteção jurídica e identifica os riscos. Antecipar um problema é a melhor forma de, futuramente, possuir bases para evitá-lo ou resolvê-lo”, afirma. 

O advogado André Mallmann atende na Rua Fernando Abott, 510, no Centro de Estrela. O contato é o (51) 3712-2734.


Leia Também

Os 106 anos de Dona Amélia

19/07/2019

Ela reside na Casa de Repouso Bom Samaritano e conta segredo da longevidade

Dona do próprio caminho

19/07/2019

Nirce dirige ônibus de transporte coletivo


Presentes e no comando

19/07/2019

Mulheres passam a ocupar mais espaço no rural e sucessão feminina é realidade

Agrocenter com linha completa

19/07/2019

Atendimento no local é feito por um responsável técnico