Imigrante

Agentes de viagem de SP, MG e RJ visitam turismo da Região

Uma comitiva de agentes de turismo e jornalistas de São Paulo, Minas Gerias e Rio de Janeiro estiveram, no domingo (18), visitando o município de Imigrante.

22/02/2018 - Imigrante

Uma comitiva de agentes de turismo e jornalistas de São Paulo, Minas Gerias e Rio de Janeiro estiveram, no domingo (18), visitando o município de Imigrante. Na oportunidade, o grupo conheceu alguns atrativos do roteiro Delícias da Colônia.

A vinda da comitiva se dá pelo roteiro de visitas realizado pela 10º Fimtur Business Serra Gaúcha e viabilizada pela agência IMITUR Turismo e Viagens em parceria com a Associação de Municípios de Turismo da Região dos Vales (AMTURVALES) e governo de Imigrante.

            Os cerca de 40 visitantes foram recepcionados no Convento Franciscano São Boaventura. Após, conheceram o Cactário Horst e degustaram da gastronomia produzida no Vale do Taquari. Além disso, receberam informações dos atrativos turísticos da região.

 

Delícias da Colônia

O roteiro Delícias da Colônia foi criado em 2002 no município de Estrela. Depois os municípios de Colinas e Imigrante foram integrados. Cerca de 70 quilômetros de trajeto composto por empreendimentos diversificados e belas paisagens podem ser contemplados pelos turistas. Entre as paradas, Recanto do Avestruz, Alambique Berwanger, Sirlei Chocolates, Casa do Artesão e Produtos Coloniais em Colinas, Cactário Horst e Convento Franciscano São Boaventura.


Leia Também

Chance para ser premiado no Natal

14/12/2018

Campanha da Câmara de Indústria, Comércio e Prestadores de Serviços (CIC) vai entregar R$ 20 mil em vale-compras

Calendário de Imigrante 2019 começará a ser entregue

07/12/2018

Mais de 140 eventos estão previstos para o próximo ano na Terra dos Imigrantes


Lançado concurso Noite de Luz

30/11/2018

Inscrições estão abertas e moradores já decoram as residências e o comércio para concorrer

Nas feiras, escolas, entidades e residências

23/11/2018

Família de Imigrante produz morangos sem agrotóxicos há quatro anos