Vale do Taquari

Amvat e Procon se reúnem hoje com a RGE Sul

Objetivo do encontro é tratar dos problemas de atendimento e fornecimento de energia

13/02/2019 - Vale do Taquari

A Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) e o Procon/RS estão promovendo uma reunião com a RGE Sul para tratar dos problemas de atendimento e fornecimento de energia nos municípios da região. A sugestão foi do presidente da Amvat, prefeito Jonatan Brönstrup, diante das reclamações de vários municípios em relação aos serviços prestados pela concessionária.

O encontro está agendado para esta quarta-feira, às 14h, na sede do Procon, em Porto Alegre (Rua Sete de Setembro, nº 723 - 4º andar – Centro). Prefeitos ou seus representantes, dos 36 municípios filiados, estão sendo convidados para a reunião, que tem confirmada a presença de dirigentes da RGE Sul. Brönstrup lembra que esta situação motivou, inclusive, pedido de providências da Amvat e da Associação dos Secretários da Agricultura dos Municípios do Vale do Taquari (Asamvat) ao Ministério Público. 

 O Procon estadual sugere que cada município leve catalogados os problemas enfrentados no âmbito de sua comunidade relativamente aos quesitos "atendimento e fornecimento de energia", para apresentação e entrega do material ao dirigente ou representante da empresa que estará presente.

Conforme Brönstrup, os problemas de atendimento e fornecimento de energia têm causado impactos econômicos em inúmeros municípios. "Temos produtores rurais e empresas tendo prejuízos com esta situação. Consequentemente, isto afeta a economia dos nossos municípios. Por isso, nossa missão como Amvat, é buscar soluções para este problema", coloca..


Leia Também

Câmaras e prefeituras de Colinas e Imigrante: 100% em transparência

05/07/2019

Índices já haviam sido positivos em 2017

Últimos dias para visitar a Suinofest

14/06/2019

Evento ocorre em Encantado até domingo


Telefonia móvel: prefeitos buscam solução no Procon

14/06/2019

Operadoras têm dez dias para entregar relatórios

IPVA 2019: Colinas, Estrela e Imigrante arrecadam 92,5% do previsto

07/06/2019

Aproximadamente R$ 411 mil ainda não deram entrada nos cofres dos três municípios