Vale do Taquari

Após 16 meses, começam obras em ponte

Reparos iniciaram nesta quinta-feira, dia 30, e devem durar 20 dias, período em que o trânsito ficará em meia pista

31/08/2018 - Vale do Taquari

As obras de reparo na ponte sobre o Arroio Boa Vista, na RSC-386, entre Estrela e Lajeado, iniciaram nesta quinta-feira, dia 30. A ação deve durar cerca de 20 dias e, durante este período, o trânsito no sentido capital/interior ficará apenas em meia pista. De acordo com o engenheiro Fabiano de Oliveira, superintendente regional do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), será realizado o reparo da laje da ponte e do guarda-corpo. “As obras serão feitas durante todo o dia, e à noite o tráfego será liberado para as duas pistas”, explica.

A previsão inicial do investimento, de R$ 53 mil, foi anunciada ainda em 2017 e permanece a mesma. “Pode surgir algum custo inesperado ao longo dos reparos, mas por enquanto é isso mesmo”, afirma. De início, começam os reparos na laje danificada e após no guarda-corpo. “Iremos recuperar primeiro essa estrutura, para termos suporte e conseguir consertar o resto sem precisar fazer uso de andaimes”, pontua.

Acidente com quatro veículos

No primeiro dia de obras, um acidente envolvendo quatro veículos ocorreu próximo da ponte. O fato foi registrado por volta das 9h15min, por conta de um engarrafamento no sentido capital-interior. Ninguém ficou ferido.

Segundo o policial do Comando Rodoviário da Brigada Militar de Teutônia, Enéias Colaço, no momento do acidente não haviam viaturas disponíveis para atendimento, não sendo possível, desta forma, afirmar que o acidente ocorreu por conta da obra, mas adianta que nesse período os motoristas devem ter atenção redobrada no trecho.

“Essa orientação é diária, respeitar a sinalização, a distância regulamentar entre um veículo e outro, e manter a atenção no trânsito, principalmente evitando o uso do celular”, aconselha.

Relembre o caso

Em abril de 2017 um caminhão dirigido por Luciano Junior Krummenauer colidiu contra o guarda-corpo da ponte e caiu na água. Ele e o passageiro, Jeferson Darlei Caye Soares, morreram no acidente. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), órgão até então responsável pelo trecho da BR-386, anunciou a obra de recuperação cerca de dois meses após o fato, mas adiou logo em seguida, quando a Medida Provisória 82/2002 e a Lei 13.298/2016 estabeleceram a reincorporação da rodovia para o Estado.

Já em responsabilidade do Daer, em novembro do mesmo ano, a obra foi orçada em R$ 53 mil para conserto do guarda-copo e da laje que foi danificada. Mas, para dar início, o trecho precisava ser incluído no contrato de conserva da 11º Superintendência Regional da autarquia. Em julho de 2018, a pedido do Ministério Público, a Justiça de Estrela determinou liminarmente que o Estado e o Daer efetuassem, em 90 dias, os reparos necessários na ponte, e que também executassem as melhorias necessárias na cerca improvisada e na sinalização viária com placas de advertência, quanto à ausência de guard rail ininterrupta. A ação civil pública foi ajuizada pela promotora Andrea de Almeida e a multa por descumprimento fixada em R$ 10 mil.


Leia Também

Desafios e oportunidades da contabilidade

20/09/2018

Neste domingo, dia 22, é comemorado o Dia do Contador

DCE Univates inaugura novo sistema de impressão de carteiras estudantis

20/09/2018

O documento obedece ao padrão nacional exigido para que os estudantes obtenham descontos


Amvat apoia encontro sobre e-Social nesta terça-feira

17/09/2018

Evento gratuito ocorre na sala de reuniões da Cacis, a partir das 14h

MPT obtém liminar contra Minuano de Lajeado

14/09/2018

Frigorífico inspecionado pela força-tarefa em 2015, 2016 e 2017 não corrige irregularidades como limitação de horas extras, concessão de intervalos de almoço e repouso semanal remunerado