Colinas

Aprovada Comissão Processante contra prefeito de Colinas

05/07/2018 - Colinas

Créditos da matéria: Mariana Wermann

Na quarta-feira, dia 4, cinco vereadores de Colinas, Justinês Magagnin, Rodrigo Horn e Geni Scherer (MDB), Cassiano Goldmeier (PP) e Juliano Kohl (PT), votaram pela abertura da Comissão Processante (CP) para investigar se houve infração na compra de 271 mil litros de combustível para abastecimento de veículos e máquinas da prefeitura, em valor estimado de R$ 860 mil.

A votação ainda teve dois votos contrários, Mirno Gallas e Klaus Driemeyer (PP), e uma abstenção, Jonas Klein (PDT). A comissão instaurada tem até 90 dias para concluir a investigação e apresentar os resultados. A CP é presidida por Mirno Gallas (PP), e tem como secretária Geni Scherer (MDB). O relator é Rodrigo Horn (MDB). Eles devem arrolar testemunhas e ouvir as partes. Ao final, a denúncia pode ser arquivada ou pedir a cassação do prefeito Sandro Herrmann (PP).

 

Motivação política
Herrmann afirma estar tranquilo. “Essas denúncias ocorreram no Tribunal de Contas e o contrato foi auditado sem apontar irregularidade. Porém, também foi feita uma denúncia na promotoria de prefeitos, onde tentam lincar à questão política”, afirma. Segundo o prefeito, na época do edital não houve interessados, mas hoje há empresas enviando propostas. “Eles comentam que não participaram da licitação naquele momento por não saber. Não tem como irmos abastecer máquinas pesadas, a óleo diesel, em Estrela ou Imigrante, por exemplos. Um dos motivos é que não há acostamento na ERS, então é arriscado e perigoso.”


Herrmann ainda ressalta que houve dispensa de licitação em outro momento, pois Colinas possui apenas um posto de combustível. Ele diz estar apresentando as provas e aguardando a questão na promotoria de prefeitos, já que ainda não virou processo e será analisado pelos desembargadores. “Fizemos a defesa e estamos aguardando. É lógico que esta situação aqui na Câmara é pouco confortável, pois é mais um desgaste. Estamos com toda a documentação e vamos apresentar para que isso se resolva o mais rápido possível Queremos evitar traumas e inseguranças políticas, porque isso afeta a vinda de empresas para a cidade. Tenho certeza que não fizemos nada de errado”, afirma.

 

Entenda

O contrato assinado previa a compra de até 271 mil litros de combustível, no valor de pouco mais de R$ 860 mil. No edital original, somente poderiam participar empresas estabelecidas em um raio de, no máximo, dez quilômetros distantes da prefeitura. Mas, foi retificado dia 19 do mesmo mês, diminuindo a distância para cinco quilômetros.


Leia Também

Ary Herrmann ganha comenda João de Barro

31/10/2018

Homenagem é entregue aos destaques das regiões tradicionalistas

Caminhada do Sol Poente e Lua Cheia é sábado em Colinas

26/10/2018

Serão percorridos dez quilômetros por caminho junto da ferrovia


Workshop Musical marcará atividade do Outubro Rosa e Novembro Azul

16/10/2018

Evento ocorre neste sábado, dia 20 de outubro, em Colinas

Colinas promove 1º Festival de Primavera

16/10/2018

Evento ocorre neste domingo, dia 21 de outubro