Estrela

Aprovado crédito de mais de R$ 1,2 milhão

Valor será utilizado para pagar os salários de dezembro dos funcionários de Cargos em Comissão (CCs), secretários, prefeito e vice

05/01/2018 - Estrela

Créditos da matéria: Mariana Wermann

Após a expectativa de fechar o ano com déficit de cerca de R$ 1 milhão, conforme o secretário da Fazenda, Henrique Lagemann, o Executivo estrelense encaminhou à Câmara de Vereadores projeto de lei visando abertura de crédito especial no orçamento, no valor de R$ 1.254.889,99 para o pagamento de salários dos Cargos em Comissão (CCs), secretários, prefeito e vice. O projeto foi aprovado em sessão extraordinária na manhã desta quinta-feira, dia 4.


O projeto recebeu dois votos contrários: Norberto Fell (PPS) e Volnei Zancanaro (PR). “Esta Casa passou o ano todo ouvindo que as finanças do município estavam bem, nos trouxeram relatórios, todas as secretarias apresentaram que estava tudo dentro dos conformes, então eu acho que não tem porquê aprovarmos este projeto. Então, o que nos trouxeram aqui não é verdadeiro? Esta é uma pergunta que deixo no ar que não precisa ser nem respondida”, criticou Zancanaro. Ele lembrou que, durante o ano, ele e o colega de oposição alertaram sobre o inchaço da máquina. “Se a gente que não está lá dentro do Executivo percebe isso, quem está deveria perceber com muito mais rapidez e realmente nos trazer o que está acontecendo”, disse, justificando o voto contrário ao projeto.


Fell afirmou ser lamentável o que aconteceu. “Eu sei que poderia se dizer que em outras vezes também já aconteceu, mas me chama atenção o que havia de previsão de repasse de ordem federal que seria em torno de R$ 500 mil, e o secretário foi muito claro dizendo que o rombo é de cerca de R$ 1 milhão”, atentou. Ele lembrou que alertou que o município não era banco, nem caixa de poupança no exercício 2016/2017, quando se falava que havia um superávit de R$ 2 milhões a R$ 3 milhões, e que o valor poderia ser utilizado em obras, como do asfalto de Arroio do Ouro que, inclusive, conforme Fell, a etapa dois que está sendo executada ainda não foi paga. “Em um superávit de R$ 2 milhões e um desfalque, agora, de R$ 1 milhão, estamos falando em R$ 3 milhões. Isso preocupa, porque vamos iniciar 2018 com um rombo. Quero acreditar que a Administração tenha medidas para superar estes problemas. Abraçamos aquilo que veio de bom, mas quando vem insinuações de retidão e de boa administração e agora chegam as contas de final de ano que não mostram isso, temos que vir a público dizer da nossa repreensão a este comportamento”, acrescentou.

 

Leia a matéria completa na edição impressa do NG desta sexta-feira.


Leia Também

Câmara vota hoje projeto para renegociação de dívidas judiciais com a Prefeitura

16/07/2018

Sessão ocorre às 18h30min, e na Ordem do Dia há mais dois projetos na pauta dos vereadores

Café da manhã promovido pela Sedesth reúne empresas parceiras

16/07/2018

Evento apresentou resultados da parceria entre a Prefeitura e empresas na área do trabalho


Reunião do Codae tem palestra sobre Plano Safra e secagem de grãos

13/07/2018

Encontro mensal ocorreu na quarta-feira, sob a presidência do secretário José Adão Braun

Força-tarefa contra à Dengue segue pelos bairros de Estrela

13/07/2018

Equipe de combate às endemias tem realizado visitas, mas encontrado dificuldades