Estado

Aprovado projeto do Executivo que limita cedência de servidores a entidades sindicais

Mais de 300 servidores afastados de suas funções para o exercício de atividades sindicais custam R$ 40 milhões por ano para o Estado

18/10/2017 - Estado

O projeto de lei (PL) 148/2017, de autoria do Poder Executivo, que limita a cedência de servidores a entidades sindicais foi aprovado, nesta terça-feira, dia 17, com 27 votos favoráveis e 21 contrários, e uma emenda, proposta pelo líder do governo na Assembleia, deputado Gabriel Souza.

A proposição inicial limitava em um o número de dispensa de servidores para o exercício de mandato eletivo em confederação, federação, sindicato, entidade ou associação de classe. A emenda aprovada prevê um número maior de cedências, que varia de acordo com o número de associados de cada entidade sindical.

Atualmente, são mais de 300 servidores afastados de suas funções para o exercício de atividades sindicais, ao custo de R$ 40 milhões por ano, para o Estado.

Pela manhã, no Palácio Piratini, o chefe da Casa Civil, Fábio Branco, coordenou uma reunião com parlamentares da base do governo na Assembleia, a fim de dar os encaminhamentos necessários para as votações. Já no início da tarde, o colégio de líderes no Legislativo encaminhou a pauta proposta.

Após a aprovação do PL 148, a sessão foi encerrada por um acordo de lideranças em razão do falecimento do ex-deputado estadual Alceu Martins (Arena e PDS). Assim, outros dois projetos encaminhados pelo executivo ficaram para votação na próxima semana. O PL 185/2017, que estabelece requisitos para a compensação de débitos inscritos em dívida, e o projeto de lei complementar 229/2016, que cria, através de alteração na Lei Orgânica da Advocacia do Estado, o Conselho Curador dos Honorários Advocatícios.


Leia Também

Começa nesta semana pagamento de R$ 500 por conta do FGTS

09/09/2019

Cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático na conta poupança

Inscrições para o 1º concurso de Aplicativos e Games das escolas estaduais terminam no dia 12

02/07/2019

Premiação inclui valor em dinheiro, medalhas e uma viagem


Receita Estadual intensifica em todo o Estado operações contra inadimplência do IPVA

03/06/2019

Depois de 60 dias em atraso, ocorre a inscrição em dívida ativa, quando há acréscimo de 5% sobre o valor do tributo não pago.

Pente-fino do INSS pega segurados de surpresa

08/11/2018

Nem todos os beneficiários são comunicados pelo INSS; Em pouco mais de dois anos, oito de cada dez auxílios-doença analisados foram suspensos