Estrela

Avança poço no Imigrantes

Outro poço, ainda sem local definido, deve ser perfurado em Estrela

13/03/2020 - Estrela

Créditos da matéria: Ana Caroline Kautzmann

ESTRELA - As análises da água do novo poço do Bairro Imigrantes estão todas dentro dos parâmetros de potabilidade. Com isso, a Corsan dá início ao processo de construção do abrigo, projeto de rede elétrica e de distribuição, e à aquisição de tubulação e do motor bomba. Mesmo com o avanço, o presidente da Câmara de Vereadores, João Braun, destaca que outro poço ainda deve ser perfurado, como constava em documento entregue pelo escritório da companhia em Estrela no começo do ano.

Na última semana, Braun esteve na diretoria da Corsan para tratar da questão. “Foi uma importante conquista esse primeiro poço, mas a necessidade real é de dois. Fui pressionar para que a gente evolua e consiga essa outra perfuração”, salientou. No início desta semana, o presidente da Casa se reuniu com o chefe da Corsan em Estrela, Alexandre Scheid, para, além de reiterar a questão dos poços, refazer a reclamação sobre a falta de água que atingiu os bairros Auxiliadora, Imigrantes e Alto da Bronze no final de semana.

Na sessão do Legistativo de segunda-feira, dia 9, o parlamentar Felipe Schossler (PTB) também afirmou ter sido procurado por moradores que reclamam da falta de água e solicitou que a Corsan faça melhorias no abastecimento.

Arrecadação de cerca de R$ 1 milhão por mês em Estrela

Também na sessão, o vereador Darlã Bellini (PSB) destacou que, mensalmente, a Corsan arrecada cerca de R$ 1 milhão em Estrela e, em contrapartida, tem uma despesa pequena. Ele sugeriu um estudo para avaliar a possibilidade de municipalizar a água. Marcelo Braun (PSDB) disse que encaminhou um ofício à Corsan para a instalação de um dispositivo que elimina o ar do hidrômetro. “O ar que passa é contado, então, além de estar sem água, até que venha de novo, o ar conta. E o custo para os munícipes?”, indagou, explicando que os moradores, mesmo quando ficam desabastecidos, pagam pelo ar que passa pela tubulação.  

Sociedades de Água

O vereador Márcio Mallmann (PP) falou sobre as Sociedades de Água que abastecem cerca de sete mil pessoas no interior de Estrela. “Nas sociedades sabemos o quanto é produzido e quanto as pessoas consomem, e há o dado de que o desperdício é de 2%, enquanto que na Corsan estima-se que é de 40%. Isso faz com que tenhamos uma água barata”, disse, citando informações apresentados durante uma reunião da Associação de Água do Distrito de Delfina. 


Leia Também

P.A+ inicia atendimentos

02/04/2020

Clínica de Pronto Atendimento atende casos de baixa e média complexidade

Campo ganha empreendimentos

02/04/2020

Novas estruturas são para o cultivo de morangos


Verbas para o Hospital Estrela

02/04/2020

Municípios vão destinar R$ 600 mil para instituição. MPT e 1º Vara Federal de Lajeado também repassaram recursos

Paciente na UTI testa negativo

02/04/2020

Mulher de 44 anos, que foi o primeiro caso suspeito a precisar de UTI, apresentou resultado negativo para Covid-19