País

Câmara aprova projeto que acaba com atenuante de pena para menores de 21 anos

Matéria ainda será votada pelo Senado

08/11/2017 - País

O plenário da Câmara aprovou na noite da terça-feira, dia 7, projeto de lei que acaba com o chamado atenuante de pena no Código Penal para menores de 21 anos. Também fica extinta, pelo projeto, a redução pela metade dos prazos de prescrição nos casos em que o autor tinha menos de 21 anos quando cometeu o crime. A matéria agora vai a votação no Senado.

De acordo com o projeto aprovado, foram mantidos no Código Penal Brasileiro os chamados atenuantes e o prazo menor de prescrição de penas para maiores de 70 anos. Os deputados aprovaram no texto também dispositivo para permitir a maior de 16 anos e menor de 18 anos a apresentação de queixa sem a necessidade de serem acompanhados por um adulto.

O texto aprovado é uma emenda substitutiva do deputado Subtenente Gonzaga (PDT-MG) ao Projeto de Lei 2862/04, de autoria do ex-deputado Rubinelli. A emenda apresentada pelo relator utiliza dispositivos do PL 1383/15, do deputado Capitão Augusto (PR-SP), que tramita em conjunto com o PL 2862/04.

Na justificativa do projeto apresentado em 2004, o ex-deputado Rubinelli argumentou que era preciso acabar com certos privilégios existentes no Código Penal. “A presente proposição tem por escopo revogar o art. 115 do Código Penal, acabando com os privilégios ali previstos. Desse modo, esperamos contar com o apoio de nossos ilustres Pares, com vistas à aprovação dessa propositura, que se reveste de inegável alcance social”, justificou.


Leia Também

Receita passa a cobrar CPF de dependentes a partir de 8 anos de idade

20/11/2017

Instrução normativa com a mudança foi publicada na segunda-feira, dia 20, no Diário Oficial da União

Prazo para renovação de contratos do Fies é prorrogado para 30 de novembro

20/11/2017

Portaria com a prorrogação do prazo será publicada na terça-feira, dia 21, no Diário Oficial da União (DOU).


Receita paga hoje o sexto lote de restituição do Imposto de Renda 2017

16/11/2017

Lote contempla 2.358.433 contribuintes, totalizando mais de R$ 2,8 bilhões

STF julgará habeas corpus de Palocci na próxima semana

13/11/2017

Julgamento será decisivo para manter a validade das prisões preventivas que foram decretadas pelo juiz federal Sério Moro e o ministro Edson Fachin.