País

Com regras rígidas e claras, começa a propaganda eleitoral

Na internet, a propaganda eleitoral é permitida desde que não seja paga

16/08/2018 - País

A partir desta quinta-feira (16) começa oficialmente a propaganda eleitoral. Pela legislação, as regras são rígidas e claras - exigem menos barulho e obediência a horários e normas. A propaganda eleitoral na internet é permitida desde que não seja paga. Os diretórios partidários deverão instalar nas sedes serviços telefônicos para atender aos eleitores.

Os partidos e as coligações só poderão utilizar alto-falantes ou amplificadores de som, nas suas sedes ou em veículos, das 8h às 22h. O horário para o uso de aparelhagem de sonorização fixa é mais flexível das 8h à meia-noite, podendo ser prorrogado por mais duas horas quando se tratar de comício de encerramento de campanha.

Até 6 de outubro, os partidos e coligações poderão distribuir material gráfico, promover  caminhada, carreata, passeata ou utilizar carro de som pelas ruas para divulgar jingles e mensagens de candidatos.

Um dia antes, em 5 de outubro, será permitida a divulgação paga, na imprensa escrita, e a reprodução, na internet, do jornal impresso, de até dez anúncios de propaganda eleitoral, por veículo, em datas diversas, para cada candidato, no espaço máximo, por edição, de 1/8 (um oitavo) de página de jornal padrão e de 1/4 (um quarto) de página de revista ou tabloide.


Leia Também

IDH do Brasil tem leve variação e país mantém 79ª posição no ranking

14/09/2018

Aumento na renda faz IDH do Brasil subir 0,001 ponto e chegar a 0,759

Jair Bolsonaro passa por cirurgia após receber facada

06/09/2018

Médicos descartaram lesão no fígado, mas intestino foi atingindo


Bolsonaro leva facada durante ato de campanha em Minas Gerais

06/09/2018

Candidato foi encaminhada para atendimento hospitalar

Governo aumenta para R$ 1.006 previsão para salário mínimo em 2019

31/08/2018

Valor do mínimo foi revisado para cima porque a estimativa de inflação pelo INPC em 2018 passou de 3,3% para 4,2%