Vale do Taquari

Comércio reabre com restrições

Após boletim epidemiológico do governo federal e decreto do Estado, municípios incentivam consumo para reaquecer setor

17/04/2020 - Vale do Taquari

ESTRELA - Seguindo as determinações do Estado e com restrições baseadas na situação de cada município, Bom Retiro do Sul, Colinas, Estrela, Fazenda Vilanova e Imigrante decidiram pela reabertura do comércio após o pronunciamento do governador Eduardo Leite, que permitiu que a decisão de retomada fosse dos prefeitos.

Agora, os comerciantes torcem pela recuperação rápida após o período de paralisação, o que só acontecerá por meio da responsabilidade social e do sentimento de comunidade. Em Estrela, a Câmara do Comércio, Indústria e Serviços (Cacis), através da campanha Faça sua Estrela Crescer, incentiva que a comunidade consuma no município.

“A Cacis sempre teve como propósito fortalecer os negócios locais e desenvolver a economia de Estrela e região. Nos tempos em que vivemos, isso está ainda mais forte e evidente. Mais do que nunca, precisamos nos unir e contar uns com os outros para que juntos, superemos esse momento. Cada pedido, cada serviço, cada investimento que fizermos em empresas do comércio, de serviços e das indústrias de Estrela, vai contar positivamente”, destaca a presidente Andreia Zwirtes Kich.

Permissões

Em Estrela, está permitido, de forma restrita, o funcionamento e atendimento nos estabelecimentos (comércio ou prestação dos serviços, tais como lojas, centros comerciais, salões de beleza, clínicas, restaurantes, lanchonetes e similares) e de prestação de higiene pessoal, observando o Distanciamento Social Seletivo (DSS). Medidas adotadas anteriormente ao novo decreto, que mantém proibidas algumas atividades, como eventos e aulas, permanecem valendo. O município recomenda que os estabelecimentos atendam por meio de agendamento e hora marcada. 

Estabelecimentos:

- Somente permitir o ingresso de clientes com o uso de máscaras de proteção individual;
- Limitar o acesso mantendo as portas semiabertas, com controle de entrada de pessoas ao local;
- Organizar o acesso na via pública ao seu estabelecimento, evitando aglomeração de pessoas, devendo demarcar distâncias e organizar filas, com distância de dois metros entre as pessoas;
- Adotar medidas de segurança e fornecer EPIs àqueles que estiverem em contato direto com o público e orientar os empregados sobre a necessidade da adoção de cuidados pessoais, sobretudo, na lavagem de mãos;
- Também é exigida a participação, por parte dos empresários, no Curso de Boas Práticas no Combate ao Covid-19, promovido pelo município. - - Quem ainda não participou da aula, terá prazo para fazê-lo. Inscrições e informações sobre o curso pelo telefone 3981-1032. Com o fechamento das turmas serão definidos os horários/dias das aulas.

Uso de máscaras

 A norma determina também o uso obrigatório de máscaras em estabelecimentos públicos e privados, a partir de segunda-feira. Todas as medidas do novo decreto vigoram até o dia 30 de abril, com exceção do comércio. O Distanciamento Social Seletivo (DSS) determina que só pode haver circulação de pessoas para atividades relativas à subsistência própria e de suas famílias e para consumo de bens e serviços autorizados a funcionar. Já as pessoas com 60 anos ou mais, as crianças com menos de 10 anos e aquelas com doenças crônicas devem manter o isolamento social. 


Leia Também

UTI Covid do HBB chega a 100% de ocupação

27/04/2020

São 13 o número de leitos

Vale confirma primeiro óbito por coronavírus

24/04/2020

Idosa tinha 86 anos


Lajeadense e Languiru propiciam suporte a entidades durante a pandemia

22/04/2020

Para celebrar 109 anos, o clube organizou uma ação diferenciada em parceria com a Languiru