Polícia

O verdadeiro significado da Páscoa

13/04/2012 - Polícia

A tão esperada chegada do Coelhinho da Páscoa foi aos poucos sendo substituída por outros sentimentos. “É um desafio transmitir para as crianças que Páscoa não é só chocolate”, confessa a estudante  do 2º ano do Ensino Médio, Luarda Fagundes de Paula (15). Na última terça-feira, mais de 200 alunos de dez escolas municipais de educação infantil (EMEI) de Estrela participaram de atividades organizadas por futuros professores, os alunos do Instituto Estadual de Educação Estrela da Manhã (Ieeem). Mais do que oportunizar momentos de lazer, a espiritualidade foi trabalhada junto das crianças.

De acordo com a professora que coordenou a atividade, Márcia Iesbik, procura-se tratar a Páscoa como uma data de estar com a família, de agradecer, bem como, de ver o significado dos seus símbolos, como o ovo, que significa vida nova. “Independente de religião, abordamos a espiritualidade. Uma das atividades desenvolvidas envolveu sementes de girassol. Assim como a planta sempre está virada para o sol, nós queremos sempre buscar a luz de Deus”, explica Márcia.

Organizada pelas turmas de segundos anos, na disciplina de Práticas Educativas, a tarde teve início com um teatro interpretado pelos alunos, que contaram a história O coelho que não era de Páscoa. Dando continuidade, as crianças participaram de cinco oficinas. Na Fábrica de Doces, aprenderam a fazer brigadeiro. Pintaram seus rostos como o do coelho, bem como confeccionaram suas próprias orelhas de coelhinho. Participaram de um momento de espiritualidade, falando sobre o girassol e levando para casa sementes da flor, para plantar com os pais. Por fim, enfrentaram uma trilha ecológica, passando por caminhos na natureza e fazendo uso de cordas. “São atividades que acabam mexendo com a fantasia, coordenação motora, bem como, desenvolve o espírito de companheirismo, já que é preciso dividir os materiais utilizados e ajudar o colega”, salienta Márcia.

Com as orelhas pintadas, Pablo Silveira (5), do Jardim B da Emei Estrelinha, queria mais. “Não quero ir embora. A gente podia fazer as brincadeiras de novo”, argumentava o garoto.
Ao ser questionado sobre o que esperava da Páscoa, a resposta veio logo. “Até que eu não precisava ganhar chocolate. Eu queria mesmo um papagaio, pra conversar comigo”, revela Pablo. Animais de estimação também estavam na lista de outras crianças, como Ketlin Eckert Wahlbrink (5). “Quero uma tartaruga, mas eu sei que Páscoa não é só presentes”, explica.


Leia Também

Preso por tráfico em Bom Retiro do Sul

30/03/2020

Homem estava com um tijolo de maconha e pinos vazios para embalar cocaína

DP em reforma

21/02/2020

Inicialmente ocorrem adequações na alvenaria


Corpo é encontrado em avançado estado de decomposição

18/02/2020

Homem estava em sua residência, no Bairro Oriental em Estrela

Idosa morre após ser atropelada na área central de Estrela

07/02/2020

Ela atravessava a rua quando foi atingida por um veículo