Estrela

Dupla mascarada assalta casal

Carro foi roubado e dia seguinte usado em outro crime

09/02/2018 - Estrela

Créditos da matéria: Carine Krüger

Ele é industriário e ela é faxineira. Humildes e com uma lista extensa de horas trabalhadas, o casal, que preferiu não se identificar, hoje sofre de medo e pânico pelo que viveu na tarde de sexta-feira, dia 2, no Bairro Pinheiros, em Estrela. Eles nunca pensaram que poderiam se tornar vítimas de bandidos. Perderem o veículo Corolla Prata 2003 – comprado com anos de economia – e diversos pertences e documentos.
Conforme a família, que mora no Bairro dos Estados, nas tardes de sexta-feira a mulher limpa a casa de uma cliente no centro de Estrela. Na sexta passada, foi solicitada a ela que organizasse um prédio comercial no Pinheiros, porque seria alugado durante essa semana. Para agilizar o trabalho, o marido resolveu ajudar. Passaram a tarde trabalhando no local.
Por volta de 17h15min, encerraram a atividade e ele foi até o carro para guardar as ferramentas. Nesse momento, dois homens passaram por ele e o observaram. “Eram bem estranhos, por isso notei. Quando passaram por mim se olharam e riam. Um disse para o outro - perdeu.” Ele conta que não se importou com aquilo, apenas considerou ser incomum.

Surpreendidos
Cinco minutos depois que a dupla passou por ele, o homem retornou para dentro do prédio para chamar sua mulher e viu que ela estava com uma arma apontada para sua cabeça e dois criminosos usando máscaras ao seu lado. “Os dois entraram por uma porta lateral mascarados e armados. Fizeram sinal de silêncio e me pediram a chave do carro”, conta a mulher. “Nossa, fiquei gelada, achei que fosse o meu patrão brincando comigo. Não queria acreditar que era verdade.”
Os bandidos então começaram a ameaçar a mulher de morte, e o homem mostrou onde estava a chave para que fossem logo embora. “Eles arrancaram minhas joias e pegaram minha bolsa. Pedi que deixassem meus documentos. Mas deixaram só o título de eleitor e alguns cartões de lojas.” Do homem ainda retiraram uma regata e o boné que usava.
Em seguida, prenderam o casal no banheiro do prédio e fugiram. O marido esperou alguns minutos e começou a chutar a porta até conseguir quebrá-la e então pedir ajuda.

Sofrimento
Mesmo abalados com o crime, a mulher agradece pela vida e, emocionada, conta que há dois anos seu filho foi assassinado no Bairro Imigrantes. “Bens conquistamos de novo, mas a vida não se recupera mais.”

 

Leia versão completa no NG impresso desta sexta-feira, dia 9


Leia Também

Alunos recebem premiação do Rotary Club Estrela

19/10/2018

O evento ocorre na Soges, a partir das 20h, na terça-feira, dia 23

13ª Mostra de Teatro inicia terça

19/10/2018

Expectativa é de reunir mais de 700 pessoas na Soges


Período eleitoral atrasa obra da Escadaria

19/10/2018

Recursos federais para o projeto da terceira etapa devem ser liberados após o segundo turno das Eleições 2018

Câncer de Mama e colo de útero: em quatro anos, 15 mortes

19/10/2018

No período, Estrela registrou 121 internações em razão de tumores