Polícia

Festival do Chucrute

24/05/2013 - Polícia

Categoria Mirim é composta por crianças dos três aos seis anos/ fotos Mariana bechert

Festa continua nesse fim de semana

 

O segundo baile da 48ª edição do Festival do Chucrute ocorre amanhã. A partir das 20h, no Centro Comunitário Cristo Rei começa o maior evento típico alemão do Estado. Com a previsão de receber mais de 1,8 mil pessoas, os organizadores adicionaram 13 mesas a mais que no baile do sábado (18). 

 

Tirando a culinária típica, as apresentações dos Grupos de Danças Folclóricas Alemãs de Estrela são o destaque.  Durante toda a noite, mais de 450 dançarinos se apresentam na pista, enquanto ocorre a janta – das 20h às 23h. 

 

Antes do início do baile ainda são conhecidas as novas rainhas, escolhidas pelos integrantes dos grupos de danças, e a nova comissão organizadora, que já começa a pensar o Festival para 2014. 

 

A animação fica por conta da Banda K’Necus, a partir das 23h. 

 

 

Ingressos

 

Ernani Sehn, presidente da Comunidade Evangélica de Estrela e um dos organizadores do evento diz que ainda há ingressos, mas somente nas mesas mais longe da pista de dança, ao custo de R$ 40. Compras e mais informações podem ser feitas pelo 3712-1120. 

 

 

Café Colonial

 

No domingo há o ultimo evento da 48ª edição. O tradicional Café Colonial, vendido por quilo, ocorre no Centro Comunitário Cristo Rei e terá encontro de grupos de danças e apresentações. A entrada é um quilo de alimento não perecível para doação à Assistência Social da Comunidade Evangélica. O evento começa às 16h. 

 

 

Festa do Idoso reuniu 500 pessoas

 

Vindos de diversas cidades do Estado, mais de 500 pessoas participaram na quarta-feira (22) da 20ª edição da Festa do Idoso. O encontro é organizado pelo grupo de danças Caminhando Juntos e pelos organizadores do 48° Festival do Chucrute. 

 

Ethel Fleck Hack (71) diz que essa convivência é importante porque os grupos que vêm visitar Estrela também são os visitados pelas participantes do grupo de danças durante o ano. O grupo existe há 21 anos, mas ela participa há 11 e pretende continuar enquanto tiver saúde e Deus der a bênção a ela por poder dançar. 

 

Pela manhã, os grupos mostraram sua dança e depois do almoço ocorreu o baile. Todos levaram lembranças de Estrela para sua cidade, entre elas, o chucrute. 

 

Os grupos participantes vieram de: Arroio do Meio, Westfália, Nova Petrópolis, Rolante, São Sebastião do Caí, Imigrante, Lajeado, Paverama, Canoas, Esteio, Fazenda Vilanova, Brochier, São Pedro da Serra, Salvador do Sul, Vale Real, Estância Velha, Marques de Souza, Três Coroas, Scharlau e Igrejinha. 

 

 

7ª Festa das Apaes

 

Na quinta-feira (23), outro evento da programação do Festival do Chucrute, a Festa das Apaes. Organizada pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Estrela junto com os organizadores do festival, também contou com 120 crianças do Centro Social Colmeia, residentes da Vovolândia São Pedro, participantes do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Estrela. Além disso, participaram Apaes de Bom Retiro do Sul, Encantado e Lajeado. As dançarinas do grupo Caminhando Juntos ajudaram a animar os participantes. 

 

Mais de 400 pessoas dançaram ao som de músicas alemãs. 

 

A assistente social da Apae de Estrela, Keli Altmann, relatou que esse evento é importante para os alunos, pois o tempo todo se trabalha a inclusão social e é nesse instante que eles percebem que estão incluídos, inclusive no Festival do Chucrute, comemorando o aniversário de Estrela. 

 

 

Dia Sinodal da Igreja reúne mais de 1,3 mil pessoas

 

No domingo, ocorreu no Centro Comunitário Cristo Rei o 7° Dia Sinodal da Igreja, recebendo fieis de todo o Vale do Taquari. Foram mais de 1,3 mil pessoas que participaram de culto, almoço, apresentações culturais e puderam conviver em comunidade e conhecer o trabalho de instituição que cuidam e ajudam pessoas. 

 

O encontro é realizado a cada dois anos, em diferentes cidades. Nesse evento, uma das novidades foi um grande coral. Mais de 300 pessoas estavam no grupo que participou do culto, na parte da manhã. Foram mais de dez corais de comunidades formando as 300 vozes com a regência de Martin Altevogt. 

 

Também no culto, a prédica foi realizada pelo secretário de Missão da IECLB, pastor Mauro Schwalm. Entre os assuntos abordados por ele está a relação da igreja no mundo real e virtual. Enquanto os participantes cantavam, ele tirou fotos e postou nas redes sociais instataneamente o encontro para que outros participantes da igreja soubessem que o Vale do Taquari estava vivendo em comunidade. 

 

A santa ceia também foi realizada, formando grupos. Todos a realizaram ao mesmo tempo.

 

Para as crianças, atividades diferenciadas foram realizadas. Entre elas, o conto de história, o canto e desenhos que representassem a passagem bíblica trabalhada no dia: “Jesus buscou a ovelha perdida”. 

 

No fim da programação ocorreu o lançamento da Campanha Vai e Vem 2013. De cunho nacional, arrecada recursos financeiros para que a Igreja cumpra sua tarefa de fazer missão. “Os recursos são para lugares onde poucas pessoas confessam a fé luterana ou em lugares estratégicas onde se quer dar a possibilidade a pessoas para que experimentem Ser Comunidade”, afirma o pastor sinodal Marcos Bechert. 

 

 

Vivo comunidade

 

O público prestigiou a apresentação do Projeto Coro e Conjunto Instrumental infantojuvenil da Comunidade Paz de Teutônia, integrado por adolescente. 

 

A Associação Pella Bethânia, presente com uma delegação de mais de 40 pessoas, apresentou seu projeto com duas danças litúrgicas, resultado de um programa de valorização de dons da direção da Associação. 

 

Também o projeto de acolhimento de pessoas doentes e familiares mantido pela Paróquia São Lucas de Porto Alegre foi apresentado. 

 

A banda do Grupo Conexão Jovem da Comunidade de Teutônia mostrou que criatividade, movimento e dedicação são importantes para a formação e manutenção de um grupo de jovens na comunidade. 

 

A equipe regional do Centro de Apoio ao Pequeno Agricultor (Capa) foi convidada pela Pastoral Rural a falar do seu empenho para a produção e consumo de alimentos orgânicos. 

 

A Comunidade de Estrela mostrou seu projeto de incluir pessoas na comunidade pela dança há 49 anos. 


Leia Também

Menores de idade são apreendidos com drogas e celular furtado

15/10/2019

Fato ocorreu domingo, no Bairro Imigrantes

Força Tática pauta encontro

11/10/2019

Pessoas da comunidade questionaram, no Face do NG, valor do cartão para o jantar


Perseguição resulta na prisão de dois criminosos

30/09/2019

Veículo utilizado pelos homens havia sido roubado em Estrela

Jantar busca recursos para equipar Força Tática

27/09/2019

Seis soldados já estão confirmados para o grupo