Estado

Executivo convoca sessão extraordinária para esta quinta

03/02/2016 - Estado

A Administração Municipal convocou para esta quinta-feira, a partir das 16h30min, uma sessão extraordinária para votação de projetos de lei encaminhados pelo Executivo. O principal deles prevê abertura de crédito especial no orçamento municipal de 2016 para a realização das obras de pavimentação por meio do financiamento do Badesul, a agência de fomento do RS. Outras três propostas visam ainda adequar a Lei Orçamentária Anual (LOA) e o Plano Plurianual (PPA) a essas despesas. Conforme os projetos de lei, o financiamento prevê pavimentação de via pública na localidade de Linha Geraldo.

O custo total da obra, que já iniciou em 2015, está orçado em R$ 3,1 milhões Desse montante, R$ 2 milhões serão financiados pelo Badesul e o restante acumulado em R$ 1,1 milhão será investido, como contrapartida, com recursos próprios do município. De acordo com o contrato firmado em agosto do ano passado entre a administração municipal e o Badesul, quatro parcelas foram pagas em 2015. Uma de R$ 291 mil, a segunda de R$ 372 mil, outra de R$ 209 mil e por fim uma de R$ 364 mil. Para este ano, estão previstas duas parcelas de R$ 400 mil e R$ 364 mil, a serem pagas em janeiro e fevereiro, respectivamente.

Na extraordinária, os vereadores também devem avalizar a proposta de lei que aprova convênio do município com o Núcleo Cultural de Estrela. Serão R$ 307,6 mil divididos em 11 parcelas mensais, sendo a primeira no valor de R$ 13,9 mil, a segunda de R$ 36,5 mil, e as demais valendo R$ 28,5 mil cada. Com os recursos, será possível contratar professores de teatro, música, desenho, entre outros.

Contratos emergenciais

Dois projetos propondo contratação emergencial de servidores foram protocolados pelo Executivo. O primeiro prevê contratos temporários de seis meses, podendo ser prorrogados por outros três meses, para operadores de máquina, mecânico, eletricista, pedreiros, soldador, operários, marceneiro e pintores para a Secretaria de Obras Públicas.

A outra proposta solicita autorização para o prefeito contratar de forma emergencial, um enfermeiro e um farmacêutico pelo período de seis meses, a contar da assinatura do contrato, podendo ser prorrogado por mais meio ano. Na mensagem justificativa, o Executivo fala em necessidade devido a licença-maternidade e licença-interesse de dois servidores da área.


Leia Também

Pente-fino do INSS pega segurados de surpresa

08/11/2018

Nem todos os beneficiários são comunicados pelo INSS; Em pouco mais de dois anos, oito de cada dez auxílios-doença analisados foram suspensos

Calor e chuva permanecem no estado na próxima semana

28/09/2018

Entre a terça (2) e quinta-feira (4), o calor e a umidade predominarão, com pancadas isoladas de chuva na maioria das regiões


Médicos receberão mais por consultas pelo IPE a partir de 1º de outubro

13/09/2018

Essa medida representa R$ 35 milhões a mais por ano pelo pagamento das consultas

Mais de 4,2 mil animais estão inscritos para Expointer 2018

01/08/2018

O número supera o total de animais inscritos no ano passado em 32%