Estrela

Educação Infantil de Estrela também recebe novo mobiliário

Assim como ocorreu com as escolas do Ensino Fundamental, salas e ambientes foram equipadas com novas e modernas peças

28/06/2019 - Estrela

Créditos da matéria: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Estrela

Depois de em março as salas de aula de escolas municipais de Ensino Fundamental (Emefs) de Estrela já disponibilizarem aos alunos e professores um novo mobiliário completo, agora é a vez das crianças das escolas de Educação Infantil (Emeis) serem beneficiadas com novos móveis. Uma série de modernas e apropriadas peças que formam de conjuntos coletivos, como os especiais para alimentação e integração, aos individuais como mesas e cadeiras, completam as salas e outros ambientes de 13 escolas. O investimento por parte da Secretaria de Educação (Smed) é de R$ 91,5 mil.

As dezenas de variadas peças beneficiarão diretamente as crianças e facilitarão o trabalho de professores e funcionários das Emeis Arco-Íris, Casa da Criança Estrelense, Cantinho do Lar, Criança Feliz, Espaço de Sonhos, Estrelinha, Girassol, Raio de Sol, São João, Pingo de Gente, e os espaços do específico atendimento que funcionam nas Emefs Arnaldo José Diel, Professora Ruth Markus Huber e La Salle. Certificados pelo Inmetro, os conjuntos respeitaram critérios como funções e as diferentes medidas físicas das crianças, com distintos modelos de tamanhos e cores. São 16 conjuntos coletivos infantis tamanho maior (uma mesa central; oito carteiras trapézio e oito cadeiras); 14 conjuntos coletivos infantis tamanho médio (uma mesa central; seis carteiras trapézio e seis cadeiras); 22 conjuntos coletivos infantis menor (uma mesa; seis cadeiras); nove mesas de refeição/atividade (cinco lugares); e 18 conjuntos de uma mesa e seis cadeiras. "Um investimento que vai garantir conforto, suprir demandas e algumas carências que poderiam vir a existir ainda, além de dar uniformidade aos ambientes, já que todos foram beneficiados", destaca o titular da Smed, Marcelo Mallmann.

Em março, a Smed efetivou a troca do mobiliário escolar nas Emefs. Na ocasião foram de 1.480 novos conjuntos, com mais de 2,8 mil peças, contemplando as nove escolas da rede. Todos também certificados pelo Inmetro e que respeitaram critérios como as diferentes medidas físicas existentes nos alunos entre o 1º e o 9º ano. Foram distribuídas ainda 43 conjuntos para professores e nove mesas especiais para cadeirantes. O investimento, então do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), superou os R$ 350 mil. O material substituído em melhor condição foi para o estoque, armazenadas para as ocasiões de emergência e o atendimento de outras possíveis demandas.


Leia Também

Gracie marcará participação na Festa do Colono e Motorista de Estrela

19/07/2019

Evento programa o "Dia do Vovô e da Vovó" e grupos da terceira idade contarão com atrações

Escrita como meio de se encontrar

19/07/2019

Jandiro Koch conta os desafios de escrever livros voltados ao tema gênero


O 25 de julho e a imigração alemã

19/07/2019

Foi instituído solenemente como feriado estadual durante o governo do general Flores da Cunha

Costumes que permanecem

19/07/2019

Alemães mantiveram o próprio idioma e desenvolveram círculos de amizades