Imigrante

Elenco se prepara para a XIII Paixão de Cristo

O elenco que fará a XIII Paixão de Cristo de Imigrante já vem se dedicando aos ensaios desde o dia 03 de janeiro deste ano.

31/01/2018 - Imigrante

O elenco que fará a XIII Paixão de Cristo de Imigrante já vem se dedicando aos ensaios desde o dia 03 de janeiro deste ano. Ainda em 2017 o grupo realizou encontros para a leitura do texto e para que o novo diretor, Pablo Capalonga, pudesse se familiarizar com o grupo.
Segundo ele, a peça terá 15 cenas, mais a abertura e o encerramento do espetáculo. Ele resume esta edição como um espetáculo de arte, evangelização e de fé. Nesta primeira etapa de ensaios, o foco está no estudo do texto, composição de personagens e com esse desenvolvimento vão sendo construídas as cenas. Processo que iniciou dentro da sala e logo passou para o espaço externo, onde o evento será realizado.
Uma das principais preocupações do diretor foi com a escolha de personagens, pois não conhecia o elenco e suas experiências. Capalonga explica que escolheu o elenco de forma democrática, dando a oportunidade para que os próprios atores expusessem o que gostariam de interpretar. "Acredito na escolha do ator, a vontade de fazer o personagem  leva a uma construção positiva", ressalta ele.
Capalonga atua há mais de 20 anos como ator e como diretor desde 2004. Possui curso de formação de ator com o grupo LUME da Unicamp e atualmente é diretor do grupo de teatro da Univates e do Natal no Morro de Arvorezinha. Também foi premiado em 2010 como melhor ator infantil do Estado com o prêmio Tibicuera pelo espetáculo o "Menino que Aprendeu Cedo Demais". 
Mesmo assim, considera que é um espetáculo de grande responsabilidade, pela sua tradição, e estava muito ansioso por não saber com quem iria trabalhar. Ele afirma que teve uma grande surpresa, pois o grupo é extremamente dedicado e estão sendo construídas coisas muito bonitas. Com ensaios exaustivos ocorrendo de três a quatro vezes por semana, em 30 dias de trabalho o elenco já irá gravar o áudio do espetáculo.
Alex Possamai interpretará novamente Jesus Cristo. O diretor atribui a escolha pelo fato dele ser da comunidade local, e o personagem é muito difícil e exige muito estudo, capacidade de concentração e experiência, que ele já tem por ter feito o papel nas últimas encenações. "O Alex também tem muita força de vontade e é muito dedicado. Por que não aproveitar essa bagagem que já vinha sendo construída?" Relata o diretor.
Outro personagem de destaque é o soldado Cássio, que será interpretado por Régis Magedanz. O personagem foi criado para ser os olhos da plateia e observará todo o espetáculo escondido, enxergando o processo que acontece com Jesus antes da crucificação.
É o terceiro ano de Magedanz na Paixão e ele afirma que não há como deixar de participar de um espetáculo tão grandioso. "Meu personagem será o Soldado Cassio, que faz parte da Guarda de Pilatos. Achei a proposta bem diferente e muito interessante, tenho certeza que vai agradar muito ao público", enaltece o ator.
Magedanz também reforça que o grupo é composto por atores de Imigrante e de algumas cidades vizinhas, que em seu cotidiano trabalham em indústrias locais ou agricultura. Apesar de todos os compromissos, possuem o mesmo espírito, comprometimento e dedicação de qualquer outro ator profissional.
"Somos cobrados para dar sempre nosso melhor em cena. Muitos de nós trabalham durante o dia e ensaiam por horas durante a noite. O trabalho é duro e a dedicação é intensa, mas o resultado é reconhecido a cada ano. Seguimos movidos pela fé e pelo carisma do público", revela Magendaz.
 A XIII Paixão de Cristo de Imigrante será realizada nos dias 23 e 24 de março, em frente ao Convento Franciscano São Boaventura, no bairro Daltro Filho em Imigrante.

Leia Também

Imigrante lança campanha para doação de sangue

18/06/2018

Município disponibilizará van no sábado, dia 7, para transportar os doadores até Lajeado

Domingo para pedalar

08/06/2018

Inscrições para 1º MTB Volta dos Imigrantes podem ser feitas até esta sexta


Imigrante decreta situação de emergência

28/05/2018

Principais razões são o desabastecimento ou escassez de combustíveis nos postos do município e nos reservatórios da prefeitura, decorrente da paralisação nacional dos caminhoneiros, visando economizar recursos para as áreas essenciais, como Saúde e Educação.

Alimentação saudável é incentivada nas escolas de Colinas

03/05/2018

Cardápio utiliza mais da metade dos produtos oriundos da agricultura familiar. Estímulo garante desenvolvimento dos alunos