Estrela

Emanuelly, de 5 anos, luta contra o câncer e família pede ajuda da comunidade

Medicamento utilizando de 12h em 12h tem custo de R$ 300 por caixa

12/04/2019 - Estrela

A estrelense Emanuelly Dutra da Silva sempre foi uma criança animada, curiosa e, principalmente, saudável. Porém, em 7 de agosto de 2018 ela completou 5 anos e começou a apresentar uma ronquidão no peito, o que preocupou a mãe. O diagnóstico médico foi que a menina estava com bronquite e o tratamento específico para a doença foi utilizado durante um mês, mas os sintomas não melhoravam. Carine Dutra procurou outro profissional e, após raio-X, descobriu que a filha estava com uma massa no tórax. “Nos encaminharam para o HBB, em Lajeado, e nos deram o diagnóstico: câncer. Eu enlouqueci, até que caiu a ficha. Fomos para Porto Alegre e confirmaram um linfoma linfoblástico”, lembra.

Na mesma semana, a menina foi internada na capital para iniciar o tratamento. O período durou quatro meses, tempo em que o esposo de Carine precisou sair do emprego para cuidar dos outros filhos que ainda moram com a família, um de 1 ano e meio, e uma de 11 anos, além do pai de Carine, que precisa de cuidados. “Ela ainda faz quimioterapia e o tratamento vai durar um ano e meio, por isso precisamos de ajuda”, explica a mãe.

Dificuldades

Em uma das etapas do tratamento, Emanuelly recebeu uma injeção intratecal, parte da quimioterapia, utilizada para destruir as células leucêmicas que poderiam ter se espalhado para o cérebro e medula espinhal, mas a agulha atingiu um nervo, que fez com que a menina perdesse a força de uma das pernas. “Eu não quis aceitar de jeito nenhum. Depois disso, a perna dela diminuiu e, agora, ela caminha mancando. Também caiu e quebrou o fêmur, dificultando ainda mais a melhora dela”, conta. Além disso, durante a internação de quatro meses, a menina desenvolveu trombose e precisa tomar o medicamento enoxaparina, que tem custo aproximado de R$ 300 por caixa. “Não sei quando ela vai poder parar de tomar e ela usa de 12 em 12 horas. Pagamos R$ 500 de aluguel, precisamos de dinheiro para comprar esses medicamentos e também porque estamos indo direto a Porto Alegre. Sem contar as vezes que fui pra lá e fiquei sabendo no dia que ela ia precisar internar, sem nem ter dinheiro para ficar”, explica.

Brechó pela Manu

Para tentar angariar recursos, Carine aceita doações de roupas, calçados e acessórios para um brechó que vai realizar nos dias 5 e 6 de maio. “Estamos aceitando tudo, até roupas de crianças, em bom estado, porque não vejo jeito de conseguir comprar esses medicamentos.” Além de ajuda financeira, a família precisa de fraldas, tamanhos XG e XXG, leite e alimentos. “Toda a ajuda é bem-vinda”, comenta. As doações podem ser entregues na casa da família, Rua José Leopoldo Keller, nº 906, Bairro das Indústrias, em Estrela. O telefone é o 99819-5291. Depósitos em dinheiro podem ser feitos em: agência 0473, operação 013, Conta Poupança 76220-7, em nome de Flavio Gomes da Silva, Caixa Econômica Federal. 


Leia Também

Governo de Estrela inaugura academias ao ar livre no interior

23/04/2019

Seis localidades receberam as estruturas, que começam a ser entregues no dia 27 de abril

Jogos Escolares de Estrela adia estreia

22/04/2019

Primeira das nove competições, o atletismo que seria realizado nesta quarta-feira ocorrerá agora dia 8 de maio


Os desafios em pensar no futuro da casa de saúde

18/04/2019

Instituição que completou 90 anos de atividades no domingo, dia 14, quer ser consolidar como referência em saúde no Vale do Taquari

Especial 90 anos Hospital Estrela: uma comunidade em festa

18/04/2019

Inauguração contou com missa, visitação às novas instalações e quermesse