Estrela

Estrela deve zerar deficit de vagas em 2017 com criação de duas escolas de Ensino Infantil

Educandários seriam viabilizados por meio de uma iniciativa publico/privada, informa secretário.

06/02/2018 - Estrela

As 12 escolas de Ensino Infantil de Estrela retomaram o atendimento nesta segunda-feira (5), com um deficit de 51 vagas. No entanto, o Governo Municipal deve zerar a falta de lugares para as crianças com a criação de duas novas Emeis.

Uma delas, localizada em Arroio do Ouro, com a possibilidade de atender 40 crianças, começaria as atividades ainda no primeiro semestre de 2018. “A data seria 1º de maio”, informa o secretário da Educação, Marcelo Mallmann. No segundo semestre, no bairro Moinhos, mais 96 lugares seriam disponibilizados.

Os educandários seriam viabilizados por meio de uma iniciativa publico/privada. “Estamos a seis meses estudando a legislação para analisar as possibilidades de abrir novas escolas. Dependíamos de um parecer do Tribunal de Contas, que emitiu em dezembro do ano passado o posicionamento a favor desta modalidade”, comemora o secretário.

Mallmann explica como funcionarão os educandários: “uma instituição sem fins lucrativos assume a gerência dos recursos humanos da escola e, a prefeitura, repassa um valor mensal por aluno.” Os espaços físicos são formados por prédios já existentes que pertencem ao município. Portanto, receberiam apenas reformas e adequações para a utilização.

O educandário localizado em Arroio do Ouro será a primeira Rural de Ensino Infantil de Estrela. “Estamos indo na contramão do resto do Brasil, que está fechando escolas devido ao êxodo rural”, Enaltece Mallmann.

1.511 crianças matriculadas

As escolas de Educação Infantil de Estrela, de acordo com o secretário Marcelo Mallmann, estão com 1.511 crianças matriculadas. Conforme Mallmann, a rede municipal – incluindo Emeis e Escolas de Ensino Fundamental, vão receber 240 novos alunos. A Smed, mesmo com o corte dos recursos do governo federal para o atendimento no turno inverso, vai manter o serviço, atendendo mais de 600 crianças com recursos próprios.

O turno inverso funciona nas escolas Pedro Jorge Schmidt (Delfina), Cônego Sereno Hugo Wolkmer (Auxiliadora), Odilo Afonso Thomé (Imigrantes), Ruth Markus Huber (Boa União), José Bonifácio (Costão) e Arnaldo Diehl (Linha Lenz).

Ensino Fundamental

Nas nove escolas de Ensino Fundamental os professores retornam às atividades em 16 de fevereiro. Nesta data e nos dias 19 e 20 ocorrerão atividades de formação e organização para preparar o início do ano letivo. Os 2.049 alunos matriculados voltam às aulas em 21 de fevereiro.

 

Créditos: Radio Independente


Leia Também

Estrela entre os vencedores do Prêmio Gestor Público 2018

22/10/2018

Programa de incentivo a jovens empreendedores do campo foi selecionado para a final

Operação tapa-buracos em Estrela passa por cinco bairros

22/10/2018

Foram utilizadas 36 toneladas de asfalto na recuperação de importantes vias urbanas do município


Alunos recebem premiação do Rotary Club Estrela

19/10/2018

O evento ocorre na Soges, a partir das 20h, na terça-feira, dia 23

13ª Mostra de Teatro inicia terça

19/10/2018

Expectativa é de reunir mais de 700 pessoas na Soges