Estrela

Estrela e Sesi fecham parceria para contraturno escolar

Pelo menos 250 alunos poderão usufruir inicialmente da nova estrutura do local e profissionais para as aulas no turno inverso

07/11/2018 - Estrela

A Prefeitura de Estrela, através da Secretaria Municipal de Estrela, e a unidade local do Sesi, assinaram na última segunda-feira à tarde uma nova parceria. Hoje são mais de 500 crianças e jovens com atividades em tempo integral na rede municipal de Estrela no Projeto Integração. Em 2019, ao menos 250 destes – 125 por turno – poderão utilizar da reformada e nova estrutura do Sesi para realizarem as atividades do contraturno escolar. As aulas devem iniciar em fevereiro. O investimento do município será de R$ 83,00 mensais por aluno, além de transporte e alimentação. Os primeiros atendidos no Sesi serão os que hoje frequentam as unidades Oriental e Moinhos do Centro Municipal de Atendimento Integrado (Cemais). Outros alunos serão remanejados das demais escolas que possuem o Projeto Integração.

O termo de adesão foi assinado nesta segunda-feira, dia 5, à tarde pelo prefeito Rafael Mallmann, o secretário de Educação, Marcelo Mallmann, também pelo superintendente do Sesi no Estado, Juliano Colombo, e a gestora de operações do Sesi, Ana Maria Hoffmann, tendo entre outras testemunhas o empresário Henrique Purper, presidente da Multifeira 2019. Marcaram também presença ao ato profissionais das equipes da Educação de Estrela e do Sesi local. Depois todos visitaram as reformadas instalações e as novas estruturas do local. Para o secretário Marcelo Mallmann, trata-se de uma grande notícia para as crianças estrelenses. "Além de poderem utilizar uma estrutura exemplar como esta, também irão usufruir do conhecimento e da experiência do Sesi em áreas importantes da educação e do dia a dia, que se fazem cada vez mais presentes e inevitáveis, como é o caso da tecnologia", retrata. "Serão nossos alunos beneficiados com a qualificação do atendimento e uma proposta pedagógica diferenciada, reconhecida e valorizada com a qual se trabalha com a metodologia ativa e colaborativa, na qual busca-se sempre a solução dos problemas, de preferência com trabalhos em equipe", completa.

O encontro abriu as tratativas iniciais sobre a possibilidade de outras frentes se beneficiarem do estreitamento das relações. Para o prefeito de Estrela, a parceria agora fechada é mais um sinal da preocupação do município para com a educação e o futuro da comunidade. "Pensar hoje na educação de nossas crianças e jovens, mas também trabalhar a introdução de novos conceitos, propostas e visões, é desenhar um futuro ainda mais próspero e com oportunidades aqui para nossos futuros profissionais", avalia. As opiniões dos representantes do executivo combinam com a de Juliano Colombo. "A maioria dos futuros empregos ainda não surgiu. Muitos dos que existem hoje vão sumir, e isso com a introdução de elementos que ainda nem estão presentes no nosso cotidiano. Temos que desde já pensarmos nos nossos jovens e na sua formação para projetarmos um futuro mais tranquilo, tanto deles como nosso e das próximas gerações", diz. "Apesar de o Sesi não ser um órgão público, acreditamos que temos a responsabilidade em fazer uma sociedade melhor para todos."


Leia Também

Estrela vai investir R$ 220 mil nas obras do Posto de Saúde Central

20/11/2018

Ordem de início dos trabalhos foi assinada na tarde de segunda-feira pelo prefeito Rafael Mallmann

Neste sábado tem Sabadoidão

15/11/2018

Atrações culturais e descontos em lojas estão previstos


Moradores relatam problemas com telefonia e internet no interior

15/11/2018

Comunidade aguarda soluções para a falta de sinal e de qualidade em serviços prestados

Estrela consegue adesão ao Susaf

15/11/2018

Agroindústrias habilitadas poderão comercializar produtos em todo o Rio Grande do Sul