País

Viva Taquari Vivo

17/05/2013 - País

Vaso e muitos pneus entre os tantos objetos retirados do Rio Taquari / divulgação

Quase duas toneladas a menos de lixo

 

Aproximadamente 1.950 quilos. Esta foi a quantidade de lixo a menos que o Rio Taquari deixou de ter em seu fluxo e nas suas margens em Estrela e Lajeado. Resultado este da ação em torno do 7º Viva o Taquari Vivo, realizado no último sábado. A mobilização que envolveu mais de 400 voluntários nos dois municípios deu mais uma vez um resultado significativo e assustador, mas já mostrou melhoras em relação às outras edições: o total recolhido na campanha deste ano significou 2.362 quilos a menos em relação a 2012. Não se descarta, porém, que a redução do montante venha também do menor número de voluntários envolvidos este ano, já que o evento precisou ser transferido e, quando realizado, ocorreu num final de semana festivo, como o do Dia das Mães.    

 

A ação ocorreu em Estrela no Parque Municipal da Lagoa e, em Lajeado, no Porto dos Bruder. O movimento, que iniciou às 7h30min, contou com a participação de empresas, escolas, poder público, clubes de serviço, grupo de escoteiros e comunidade em geral. Antes de começar os trabalhos, os voluntários receberam instruções de segurança e tiveram um momento de ginástica laboral. Logo após, foram entregues equipamentos de proteção, segurança e embalagens para que pudesse ser iniciado o trabalho de recolhimento de resíduos dentro e nas margens do rio Taquari. 

 

Os materiais coletados variaram entre embalagens plásticas usadas, garrafas pet, ferro, madeira, papelão e isopor, entre outros. O que mais chamou a atenção dos participantes foram um vaso sanitário, sofá, colchões, roupas e nada menos do que 388 pneus. A metodologia de separação, classificação, pesagem e tabulação dos resíduos esteve a cargo da bióloga e mestre em ecologia Cátia Viviane Gonçalves, da Univates.

 

A ação foi uma realização da Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil), Câmara de Comércio Indústria e Serviços de Estrela (Cacis) e Unidade Parceiros Voluntários (UPV) Lajeado. Teve como patrocinadores a Companhia Riograndense de Água e Saneamento (Corsan), Cooperativa Regional de Desenvolvimento Teutônia (Certel), Unimed Vale do Taquari e Rio Pardo (VTRP) e Univates. Contou com o apoio das prefeituras municipais e secretarias do Meio Ambiente de Lajeado e Estrela, Univates e Plastrela Embalagens Flexíveis. 

 

 

Conscientização

 

Em Lajeado, foram recolhidos 1.295 quilos de lixo. Em Estrela 655 quilos de resíduos, totalizando 1.950 quilos. Após terem sido recolhidas, parte dos resíduos foram deixados em exposição em frente às prefeituras das cidades participantes, como parte da campanha de conscientização. Em Estrela, o lixo instalado na Praça Menna Barreto chama a atenção das pessoas. “É muito triste deparar com esse desrespeito à natureza. A gente fica pensando que quem faz isso não tem consciência”, declara Adair Graeff. Para a estudante do terceiro ano do ensino médio, Bianca Thais Oliveira (17), o tipo de lixo encontrado às margens do rio denotam o quanto ainda falta de conscientização por parte das pessoas. Mas, para Bianca, a nova geração já vem com outro pensamento. “Na minha escola sempre cuidamos na separação do lixo e eu acho que isso deve mudar e melhorar mais nos próximos anos. Porém, acho horrível ainda ver que pessoas possam fazer esse tipo de coisa”, desabafa.


Leia Também

Pediatras pedem uso racional de exames por imagens em crianças

11/10/2018

A proposta é estimular o uso racional das ferramentas

IDH do Brasil tem leve variação e país mantém 79ª posição no ranking

14/09/2018

Aumento na renda faz IDH do Brasil subir 0,001 ponto e chegar a 0,759


Jair Bolsonaro passa por cirurgia após receber facada

06/09/2018

Médicos descartaram lesão no fígado, mas intestino foi atingindo

Bolsonaro leva facada durante ato de campanha em Minas Gerais

06/09/2018

Candidato foi encaminhada para atendimento hospitalar