Polícia

Visita ao Brasil

26/07/2013 - Polícia

Papa Francisco pede oração em Aparecida

Papa Francisco pede oração em Aparecida

 

O Papa Francisco se encantou por Nossa Senhora Aparecida. Em visita ao Brasil, para a Jornada Mundial da Juventude que ocorre nesta semana no Rio de Janeiro, o sucessor de Pedro se impressionou pela fé verde e amarela, pela padroeira do Brasil e, humildemente pediu: “rezem por mim, eu preciso”. Foi esse o apelo de Francisco, do alto da Tribuna Bento XVI, para um público estimado em 150 mil pessoas. 

 

O terceiro papa a visitar o Santuário Nacional de Aparecida levou uma multidão de fiéis ao encontro da esperança. A missa celebrada no Santuário Nacional de Aparecida, em São Paulo mostra a face de uma igreja mais pobre. Preocupada com o fiel, com apelo popular. Nem mesmo a chuva que começou durante a tarde de terça-feira esfriou a fé dos romeiros. A cada instante, ônibus de diferentes estados do país chegavam em Aparecida. Dentro da basílica, 12 mil peregrinos e outros três mil convidados puderam chegar mais perto do santo padre. A capacidade da basílica é de 30 mil pessoas, mas por causa da segurança, depois de encontrar uma bomba de fabricação caseira em um dos banheiros, a Polícia Federal cortou pela metade o número de fiéis. 

 

O relógio marcava 9h40min quando os monitores de tevê da basílica mostravam a descida do papa que quer uma igreja pobre como o povo. Ele pousou em São José dos Campos, próximo a Aparecida. Poucos minutos depois, Francisco estava no meio do povo. Com o papamóvel ele cruzou pelos corredores feitos entre o povo e os pátios do Santuário. Em uma só voz, a multidão bradou: “papa Francisco”. Com sorrisos ele retribuía a todos com carinho. O papa é um exemplo de humanidade.

 

Antes de presidir a celebração, uma parada para contemplação papal. Francisco reza em um reservado para a Padroeira do Brasil. Na sala dos Apóstolos, o papa argentino repetiu seu mantra: “A igreja deve ser pobre, assim como povo.” O pedido de silêncio foi quebrado por palmas que expressam a angústia de quem recentemente saiu às ruas pedindo menos ostentação e maior divisão de bens. 

 

Francisco chega ao altar, no centro da basílica como o próprio Deus. Todos queriam abraçá-lo, tocá-lo e ver seu sorriso, comum a cada gesto de simpatia. Para a imprensa, um “tchauzinho” e um olhar piedoso. Os repórteres gritavam “Papa Francisco.” 

 

 

Os ensinamentos de Francisco

 

O santo padre doutrina o povo brasileiro. Reconheceu a importância da fé verde e amarela e mostra que existem “três verdades” inegáveis ante a face de Deus. Na cartilha do papa estão postas, nessa ordem: conservar a esperança; sempre deixar-se surpreender por Deus e viver em alegria. “Meus amigos nunca percam a esperança. Ela não nos abandona”, diz o papa. Ele traz para si o seu rebanho, chamando o povo de amigo.

 

Na casa da mãe, diz o pontífice, em meio ao maior evento católico para a juventude, “é preciso usar o motor do jovem como força para impulsionar os valores como a espiritualidade, a generosidade”, diz Francisco durante sua homilia.

 

Francisco pede também que o seu povo não deixe de se surpreender com o poder transformador de Deus. “Isso deve ser uma prática diária”, compartilha. O último ensinamento fala direto aos corações. O papa se alegra a ver a vitalidade do povo brasileiro e mostra que a alegria é a nossa maior característica. 

 

 

Humilde

 

O rosto experiente de Francisco desenha a alma do papa latino-americano. Depois de concluído o rito Eucarístico e a finalizada a celebração na basílica, ele vai ao povo. No Tribuna Bento VXI ele pede desculpas. “Meus amigos, eu não falo português”. Em um espanhol fácil de entender, Francisco abençoa a multidão que grita por ele. 

 

 

Estrela na Jornada Mundial

 

Um grupo que representa Estrela e parte da Diocese de Montenegro – oito meninas e sete meninos – é o município na Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Este vive intensamente essa experiência com Deus. A líder da turma, Bruna Schreder (18), está encantada. Na tarde de ontem (quinta-feira) eles passaram na chuva para tentar enxergar o Papa Francisco. “Só chegar perto dele está bom. A gente tem certeza que não vai conseguir tocar o Papa. Mas o simples fato de saber que ele está aqui é confortante”, diz Bruna. 

 

Na casa de famílias da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, na Tijuca, ela se tornou a quarta filha de um casal simples, mas de fé. “Eles são muito legais. Estamos em casa”, completa. Ela vive e sente a programação da jornada e diz que já percebe a transformação do Espírito Santo. “Em todo lugar que se chega são novas amizades, gritaria e animação. Está sendo muito legal”, conclui. 


Leia Também

Número de acidentes cai em Estrela

17/05/2019

Avenida Rio Branco e Coronel Müssnich registraram apenas uma ocorrência em abril

Proprietários registram tentativa de furto de aipim

16/05/2019

Fato ocorreu em uma propriedade rural na Linha Arroio do Ouro


Dois presos por tráfico e posse irregular de arma de fogo, em Estrela

13/05/2019

Prisão ocorreu em um porão desabitado

Whats é nova ferramenta para estelionato

10/05/2019

Polícia Civil alerta para golpes pelo aplicativo de celular, pois casos já ocorrem nacionalmente