Imigrante

Fim de semana de Paixão de Cristo

Programação alusiva à Semana Santa ocorre no Convento Franciscano São Boaventura, em Daltro Filho, a partir das 19h

12/04/2019 - Imigrante

Créditos da matéria: Ana Caroline Kautzmann

Uma das datas que mais envolve a comunidade de Imigrante e região ocorre nesta sexta-feira e sábado, dias 12 e 13: a encenação da Paixão de Cristo. A produção, que neste ano chega a 14ª edição, conta com uma grande equipe e a maioria dos atores é da comunidade de Daltro Filho, bairro onde fica o Convento Franciscano São Boaventura, cenário do espetáculo.

São esperadas dez mil pessoas nos dois dias e a recepção do público será feita pela Orquestra Municipal de Imigrante, a partir das 19h. Já o início da encenação está previsto para as 20h pelos cerca de 70 atores no elenco, entre eles, o secretário de Obras e Mobilidade Urbana, Luis Carlos Demari. “Eu gosto disso, de participar desses eventos, não por ser ator, mas por essa parceria que temos, porque cultivamos muitas amizades e temos um vínculo muito bom entre os atores”, comenta.

Entre as novidades do espetáculo deste ano está a interação dos atores com o público durante a encenação. “Nesta edição teremos a quebra da linearidade do espetáculo, ou seja, a narrativa não terá uma ordem cronológica e a história será contada em flashbacks”, relata o diretor da Paixão de Cristo, Pablo Capalonga.

Segundo o diretor, os ensaios iniciaram em dezembro de 2018, quando ocorreram as primeiras leituras do texto. A gravação das falas ocorreu em fevereiro e durante os meses de março e abril os ensaios foram realizados duas vezes na semana. O personagem principal, Jesus Cristo, continuará sendo incorporado por Alex Possamai. Outra personagem de destaque será Maria Madalena, feita por Paula Fassini Frozza, que será uma espécie de elo entre as cenas.

Pontos para a sustentabilidade

Além do envolvimento com a comunidade, o evento possui um viés sustentável, reutilizando peças e fabricando vestes, ornamentos e componentes do cenário. “Poderíamos ter comprado muitas flores, tecidos rústicos prontos, mas esse trabalho artesanal traz um ar mais realista, é mais barato e induz ao reaproveitamento”, conta Capalonga. Mostrando os figurinos que serão utilizados, o diretor destaca os tecidos, costuras e acessórios para manter o simbolismo. “Teremos muitas referências da época, com texturas amplas, para que a plateia veja os detalhes de longe.” 

Estrutura 

A Paixão de Cristo de Imigrante é encenada em frente do convento, construído na década de 1940, todo em pedra de areia. A primeira edição foi em 2006 e há cinco anos integra o Calendário de Eventos do RS. Ao contrário de outros locais, ela não ocorre em forma de Via Sacra, ficando o público acomodado em cadeiras e arquibancadas. A organização também pede para as pessoas levarem cadeiras. Haverá praça de alimentação e banheiros químicos. “O texto foi construído olhando para o passado, mas também firmes no futuro, é uma mensagem de fé, amor e esperança. Venha participar!”, convida o secretário de Educação, Cultura, Desporto e Turismo, David Orling. O evento é realizado pela Associação Cultural de Imigrante, conta com o patrocínio master da prefeitura, patrocínio ouro do Sicredi, e apoio da Saneban.


Leia Também

Divulgadas as bandas do 6º Dia Mundial do Rock

27/05/2019

Programação ocorre em julho, em Imigrante


Aplicativo divulga informações turísticas

26/04/2019

Lançamento oficial ocorre no dia 2 de maio, no Cactário Horst, um dos locais que atrai visitantes de diferentes lugares

Fim de semana de Paixão de Cristo

12/04/2019

Programação alusiva à Semana Santa ocorre no Convento Franciscano São Boaventura, em Daltro Filho, a partir das 19h