Polícia

Força-tarefa da segurança pública gaúcha realizou 97 prisões no RS

04/07/2018 - Polícia

Créditos da matéria: Portal de Notícias do Piratini

A Operação Esforço Integrado, ação que mobilizou cerca de 3,5 mil servidores em 11 estados, chegou ao final registrando a marca de 97 prisões no Rio Grande do Sul – unidade da federação que apresentou a melhor produtividade. Os trabalhos contaram com a participação de 11 instituições e visaram especialmente ao combate de crimes transnacionais, com foco na atuação em regiões de fronteira.
 
A iniciativa teve início em 25 de junho e se estendeu até segunda-feira, 2. Nesta terça-feira, 3, o balanço final das atividades foi divulgado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP). Somente no RS, ocorreram 176 barreiras e fiscalizados 4.741 veículos. Destes, 627 foram autuados e 54 foram recolhidos. Mais de 17 mil pessoas foram abordadas e identificadas.
 
Ao todo, foram efetuadas 97 prisões, três menores foram apreendidos e um foragido recapturado. Também foram cumpridos 84 mandados de busca e apreensão e 37 mandados de prisão. Oitenta e sete armas e mais de seis quilos de entorpecente foram apreendidos.
 
Confira o balaço completo:
 
- Agentes públicos de segurança envolvidos - 3.595 
- Viaturas - 907
- Embarcações - 12
- Aeronaves - 2
- Pessoas Abordadas - 17.361
- Estabelecimentos Fiscalizados - 31 (combate abigeato e carne sem procedência) 
- Barreiras realizadas - 176
- Veículos fiscalizados - 4.741
- Veículos recuperados - 4
- Veículos autuados - 627
- Veículos recolhidos - 54
- Ocorrências atendidas - 90 
- Prisões - 97
- Menores apreendidos - 3
- Mandados de Busca e apreensão - 84
- Mandados de prisão cumpridos - 37
- Armas apreendidas - 89
- Munições - 153
- Drogas apreendidas - 6.399,98g
- Cocaína - 321,51 g
- Crack - 1650,28g
- Maconha - 4428,19g
- Dinheiro apreendido: R$ 13.640,66
- Bebidas - 366
- Eletrônicos - 27
- Celulares - 33
- Vestuário - 201
- Carne - 1.592 quilos 
- Computadores - 3
- Diversos - 181
 
Participaram da Operação Esforço Integrado SSP, Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS), Instituto Geral de Perícias (IGP), Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), Forças Armadas, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Receita Federal. Forças policiais do Uruguai e Argentina atuaram em parceria com as instituições brasileiras, garantindo a efetividade das ações em ambos os lados da fronteira.

Leia Também

Dois são presos em Linha Wink após assalto em joalharia de Teutônia

10/11/2018

Brigada Militar estima que três ou quatro indivíduos participaram da ação


Dois são presos por tráfico de drogas em Bom Retiro do Sul

09/11/2018

Ambos foram recolhidos ao Presídio Estadual de Lajeado