Polícia

Funcionária denuncia suposto assédio sexual

Fato estaria ocorrendo há um ano

02/09/2019 - Polícia

Créditos da matéria: Ana Caroline Kautzmann

Uma funcionária, de 46 anos, contratada pela Prefeitura de Estrela, denunciou no dia 15 de agosto que vem sofrendo assédio sexual de seu chefe há um ano. No registro policial, a vítima afirma que quando está sozinha o homem se aproxima, passa a mão pelo corpo dela e a convida para sair, ameaçando demiti-la caso recuse.

Ela salienta, no registro, que pede para o chefe sair e ir embora. Disse ainda que nunca denunciou o fato por medo de perder o emprego. Na data, ela resolveu tomar uma atitude e procurou a prefeitura, onde foi orientada a realizar o registro. A reportagem do Jornal NG solicitou um posicionamento do homem, mas ele informou que foi orientado pela advogada a apenas falar sobre o caso após ser chamado pelo Executivo.

Prefeitura se posiciona

O secretário de Administração e Recursos Humanos, Jônatas dos Santos, afirma que a prefeitura recebeu a denúncia da mulher, aconselhou que ela registrasse o boletim de ocorrência na polícia, e destaca que foi iniciada uma sindicância interna para apurar os fatos. “Uma comissão interna irá atuar para avaliar essa situação. É uma denúncia grave e a partir de agora serão ouvidas testemunhas, tanto da servidora quanto do acusado. O processo administrativo deve ser finalizado em cerca de duas semanas”, explica.



Leia Também

Família pede doação de sangue para jovem envolvido em acidente de trânsito

11/11/2019

Gustavo de Souza, de 25 anos, colidiu o veículo que dirigia em uma árvore na ERS-128


Polícia procura autor de homicídio

08/11/2019

Homem está desaparecido

Corpo é encontrado próximo da escadaria, em Estrela

31/10/2019

Vítima ainda não foi identificada