Estrela

Futuro do Porto pode ser definido em maio

Lideranças trabalham para agilizar processo burocrático a fim de que a estrutura passe ao comando do município

12/04/2019 - Estrela

Créditos da matéria: Ana Caroline Kautzmann

Foto: Airton Engster dos Santos.

“Temos o aval de todos, agora somam-se os esforços de diversas lideranças no sentindo de conseguirmos dar celeridade a esse assunto.” Essa é a posição de Rodrigo Lorenzoni, que assumiu como deputado estadual após período como secretário estadual de Articulação e Apoio aos Municípios, sobre a situação atual do processo de municipalização do Porto de Estrela. A reclassificação e a cedência da área dependiam, no início deste ano, do aval político dos novos governos, tanto em âmbito estadual e federal, algo que, para ele e também para o prefeito Rafael Mallmann, já está confirmado. “Na quarta-feira (dia 10) estive na Secretaria de Portos (SEP) e conseguimos avançar. O novo governo sinalizou que a decisão política na municipalização do Porto está decidida. Agora temos que vencer a parte burocrática que, em minha opinião, é a mais difícil”, sinalizou o chefe do Executivo, que viajou para Brasília no início da semana.

O apoio de Lorenzoni, que é filho do ministro Onyx Lorenzoni, foi prometido ao governo municipal durante uma visita a Estrela, em março. Na ocasião, ele visitou a estrutura do Porto e do Aeródromo, acompanhado do prefeito e secretários municipais, encontro que foi articulado pelo secretário parlamentar da Câmara Federal, Felipe Diehl. “Foi um momento importante para que ele reconhecesse a importância do Porto e auxiliasse na liberação do complexo”, lembra Diehl.

Desde então, Lorenzoni atua para que o processo seja concluído e afirma que sua participação ativa é justificada pelo compromisso que assumiu com o desenvolvimento econômico do Estado que tem influência do progresso municipal e regional. “Foi a partir dessa minha convicção que fui me envolvendo com a situação do Porto. Há ótimas razões para otimismo quanto ao desfecho dessa situação. O que acontece agora são apenas ajustes formais. O movimento é fazer esse arranjo burocrático e estamos trabalhando para agilizar isso.”

Próximos passos

Felipe Diehl afirma que diariamente mantém contato com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. E, na segunda-feira, dia 15, estará reunido com o político para reforçar a municipalização. “Com essa minha ligação direta com o ministro, estou tentando ajudar. Queremos desburocratizar essa questão e minha prioridade é auxiliar o município. Quero um Porto que funcione de verdade, que gere renda e riqueza para Estrela e o Vale do Taquari”, comenta.

Além disso, no dia 26, Lorenzoni terá agenda em Brasília e pessoalmente buscará dar agilidade ao trâmite. “Nosso propósito é esse, levar as demandas dos municípios e cobrar que elas andem. A municipalização do Porto de Estrela pode ser um importante passo no sentindo de criar uma nova área de desenvolvimento social e econômico para a população da cidade e da região”, salienta.

Já no dia 7 de maio, Mallmann estará em uma audiência no Ministério da Infraestrutura e tem a expectativa de que já ocorra a assinatura do contrato. “Isso irá depender se os órgãos conseguirão concluir a parte burocrática até lá. Já avançamos muito desde a última visita a Brasília, agora precisamos vencer essa parte”, adiantou.



Leia Também

Governo de Estrela inaugura academias ao ar livre no interior

23/04/2019

Seis localidades receberam as estruturas, que começam a ser entregues no dia 27 de abril

Jogos Escolares de Estrela adia estreia

22/04/2019

Primeira das nove competições, o atletismo que seria realizado nesta quarta-feira ocorrerá agora dia 8 de maio


Os desafios em pensar no futuro da casa de saúde

18/04/2019

Instituição que completou 90 anos de atividades no domingo, dia 14, quer ser consolidar como referência em saúde no Vale do Taquari

Especial 90 anos Hospital Estrela: uma comunidade em festa

18/04/2019

Inauguração contou com missa, visitação às novas instalações e quermesse