País

Gabarito oficial do Enem 2017 será divulgado na quinta-feira

Provas foram aplicadas nos domingos, dias 5 e 12

13/11/2017 - País

O gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será divulgado na próxima quinta-feira, dia 16, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A correção das provas é feita usando a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), em que o valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item.

Dessa forma, um item em que grande número dos candidatos acertarem será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. Já o estudante que acertar uma questão com alto índice de erros ganhará mais pontos por aquele item.

Por isso, não é possível calcular a nota final apenas contabilizando o número de erros e acertos em cada uma das provas. Dois candidatos que acertarem o mesmo número de questões podem ter pontuações diferentes.  O estudante só tem como saber a nota final no Enem quando o resultado sair.

A correção é feita por meio de um sistema de reconhecimento no qual a Fundação Getulio Vargas e a Cesgranrio extraem os dados com as respostas das questões objetivas de cada participante, durante a etapa de digitalização. Por isso, é imprescindível que o preenchimento do cartão-resposta tenha sido realizado com caneta esferográfica de tinta preta.

O Boletim de Desempenho deverá ser disponibilizado aos participantes em 19 de janeiro de 2018.


Leia Também

Com regras rígidas e claras, começa a propaganda eleitoral

16/08/2018

Na internet, a propaganda eleitoral é permitida desde que não seja paga

Aposentados começam a receber este mês 1ª parcela do décimo terceiro

14/08/2018

O depósito será feito na folha do INSS entre os dias 27 de agosto e 10 de setembro


Subsídio ao diesel está garantido até o fim do ano

02/08/2018

O objetivo é garantir o desconto de R$ 0,46 no litro do diesel acordado com caminhoneiros durante greve da categoria

TSE considera que ex-presidente Lula é inelegível

02/08/2018

O ministro Luiz Fux rejeitou um pedido de um cidadão para barrar a candidatura do ex-presidente antes mesmo do período de registro, que termina em 15 agosto