Estado

Governo apresenta proposta de negociação coletiva a fundações em extinção

06/09/2017 - Estado

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) apresentou proposta do governo do Estado, nesta terça-feira (5), na negociação coletiva para desligamento dos trabalhadores de fundações em extinção. A proposta foi saudada pelos representantes dos sindicatos dos trabalhadores, em audiência de mediação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 4ª Região.

Pelo acordo proposto, estão previstas duas possibilidades: indenização com base na média salarial dos funcionários a serem desligados ou com base no valor recebido individualmente por cada funcionário, conforme folha de julho de 2017.

Os sindicatos levarão a proposta financeira do governo para análise dos trabalhadores e, caso não seja aceita, apresentarão contraproposta no próximo dia 21 de setembro, quando ocorrerá nova audiência.

Ficou acordado, também, que a audiência da Corag, marcada para esta quarta-feira (6), será realizada no próximo dia 21.

A pedido da PGE, as audiências ocorrerão em horários diferentes, já que a Lei 14.979, que extinguiu a Corag, prevê o pagamento de benefício "tendo como limite o percentual de 10% da receita operacional anual da Companhia".


Leia Também

Mudança retira a possibilidade de parcelamentos no IPVA

04/11/2019

Mudanças foram anunciadas nesta segunda-feira

Começa nesta semana pagamento de R$ 500 por conta do FGTS

09/09/2019

Cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático na conta poupança


Inscrições para o 1º concurso de Aplicativos e Games das escolas estaduais terminam no dia 12

02/07/2019

Premiação inclui valor em dinheiro, medalhas e uma viagem

Receita Estadual intensifica em todo o Estado operações contra inadimplência do IPVA

03/06/2019

Depois de 60 dias em atraso, ocorre a inscrição em dívida ativa, quando há acréscimo de 5% sobre o valor do tributo não pago.