Estrela

Grupo Go.Star, de Estrela, é premiado no 5º Festival Estadual de Teatro de Gravataí

As alunas Emanuelle Ayres e Júlia Iesbik receberam o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante

09/09/2019 - Estrela

O grupo Go.Star, da unidade do Espaço da Arte de Estrela - Núcleo Cultural, foi premiado no 5º Festival Estadual de Teatro de Gravataí, com a peça “40 segundos”. As alunas Emanuelle Ayres e Júlia Iesbik receberam o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante, feito inédito no evento, que nunca havia premiado duas pessoas com o mesmo troféu. Como elas fazem uma dupla de personagens, o corpo de jurados decidiu destacar a atuação das duas. O evento aconteceu de 27 a 30 de agosto, no Teatro do SESC Gravataí, e contou com 13 grupos, que concorriam nas categorias Adulto/Drama e Infantil/Comédia.

O espetáculo “40 segundos” foi apresentado dia 28 de agosto, às 10h30. “Para mim, ganhar esse prêmio junto com a Emanu foi uma surpresa e tanto, pois acreditava que nossos personagens eram ‘pequenos’, mas agora, mais do que nunca, eu consigo ver o quanto são grandes e importantes. Eu só tenho a agradecer ao professor Fernando, que possibilita que tantas pessoas tenham experiências maravilhosas através da arte, e à minha duplinha, por dividir o papel de Et comigo. Gratidão!”, diz Júlia Iesbik.

O Go.Star concorreu com grupos amadores e profissionais na categoria Adulto/Drama e receber este prêmio foi impactante. “Eu não estava esperando ganhar este troféu. Ainda estou em choque. Já havia sido indicada num outro festival, mas credito à minha parceira de cena este feito. Parece que quando viramos uma dupla o papel ficou perfeito. Gratidão aos colegas e ao diretor, por toda ajuda e oportunidades ao longo do processo”, avalia Emanuelle Ayres.

O professor Fernando Tepasse, que dirige este espetáculo e é responsável pela unidade de Estrela – Núcleo Cultural, ressalta a importância desse reconhecimento para o grupo como um todo. “Em 2019, o Go.Star aceitou o desafio de ensaiar várias peças num mesmo ano. Começamos com ‘Duas Vidas’, depois a coreografia ‘O ciclo da vida’, a remontagem de ‘40 segundos’ e a criação e apresentação de uma peça que homenageou os 15 anos de Espaço da Arte. O próximo desafio é remontar a peça ‘Abuso’. Eles estão se empenhando muito e este prêmio foi merecido, pela dedicação de todos”, explica Fernando.

40 segundos

O espetáculo, criado por Fernando Tepasse, busca provocar reflexões sobre bullying e suicídio, problemas recorrentes na infância e na adolescência. De forma simbólica, o espetáculo mostra vários tipos de agressões, especialmente o bullying virtual. A história desenrola-se quando um vídeo é colocado na rede, acabando com a alegria e a paz de uma garota, além de destruir seus sonhos. Forte, sensível, emocionante e impactante, essa montagem também é uma homenagem a todos que conseguiram enfrentar e vencer este mal.

O elenco conta com Alann Gartner, Caroline Costa, Eduarda Meirelles, Eduarda Iesbik Malmann, Emanuelle Ayres, Júlia Iesbik, Laura Horn, Layza Castro, Luan Wiebbelling, Luísa dos Santos, Maria Eduarda Sulzbach, Mariana Reinaldo, Michelle Meinerz Santos, Nicole Tillwitz, Silvane Costa, Thais Dick e Vitória da Silva.


Leia Também

Implantação de Força Tática em Estrela pauta encontro

16/09/2019

Entidades vão iniciar mobilização no município para buscar recursos para viatura e equipamentos

Orçamento de Estrela cresce 3,2%

13/09/2019

Proposta foi apresentada em audiência pública


600 são esperadas hoje para o 34º Sarau de Damas

13/09/2019

Evento ocorre na noite desta sexta-feira. Ingressos ainda estão à venda

Estrelense lança novo livro

13/09/2019

Obra de ficção “A Excursão” será apresentada nesta sexta-feira