Imigrante

Imigrante registra 95% de partos normais

Amamentação exclusiva até os seis meses do bebê é outro resultado positivo alcançado

30/08/2019 - Imigrante

O Agosto Dourado é alusivo ao aleitamento materno e foi motivo de encontro em Imigrante. Na quarta-feira, dia 28, a equipe da Secretaria Municipal da Saúde e Assistência Social do município promoveu um evento no Centro de Saúde da Família, que contou com uma roda de conversa.

A enfermeira coordenadora da equipe de saúde, Leandra Koempfer, destacou a atuação do Grupo de Gestantes, que promove encontros uma vez por mês, sempre após o horário de trabalho, facilitando a participação, com adesão de 100% das gestantes. Também salienta que, no município, 95% das mulheres optam pelo parto normal, indicador positivo para o Ministério da Saúde, que preconiza a opção. “Também conseguimos alcançar esse resultado na amamentação exclusiva até os seis meses, teste do pezinho e vacinas cumpridas dentro do calendário”, destaca.

Participante dos encontros, a pedagoga Daiana Bertoldi Rodrigues vivenciou o parto normal no nascimento das duas filhas: uma de 7 anos, que mamou até os 2 anos, e uma de 1 ano e 3 meses, que ainda mama. “A amamentação é um elo que une a mãe e o bebê, um momento único. Tenho bastante leite e até os seis meses de idade delas sempre foi o alimento exclusivo”, conta

Acompanhar para evitar

Os reflexos do acompanhamento prestado às gestantes se estendem para a amamentação. “Falamos com as mães também sobre a lactação. Aqui temos nutricionista, psicóloga, enfermeira, outros profissionais que estão envolvidos nesse processo da amamentação, dando apoio às mães. O leite materno é o alimento mais importante para o bebê, porque possui anticorpos que protegem contra infecções, por exemplo”, comenta o médico ginecologista e obstetra, Mauro Rafael Engel.

Além disso, ele também destaca a importância do pré-natal para evitar complicações futuras na gravidez. “Esse acompanhamento que é feito no Centro de Saúde inclui exames que mostram se existe algum fator de risco. São consultas mensais, momento também em que orientamos sobre nutrição, vacinas, infecções e outros assuntos”, afirma.

Visitas às mamães

Após o nascimento, profissionais do Centro de Saúde também realizam visitas domiciliares às novas mamães. “São importantes porque muitas vezes a mãe sai do hospital com muitas dúvidas, principalmente se é mãe de primeira viagem. São passadas orientações para o cuidado dela, do bebê, questões da amamentação e outros”, destaca a médica Vanessa Galarça Jamal.

Durante a visita, as mamães também recebem um kit do município contendo uma bolsa, fraldas, termômetro, toalhinha e outros produtos para uso do bebê.

Local adequado 

A médica destaca que o aleitamento materno não tem um local correto para ser realizado, mas deve ocorrer onde a mãe sinta-se confortável e cômoda. “Vejo que existe um preconceito da mulher mostrar os seios em local público, mas é um processo natural e as mães não devem se preocupar com isso, porque é um ato de carinho e o mais importante é a alimentação do bebê”, salienta. 


Leia Também

Pacote Agrícola beneficia produtores

13/09/2019

Descontos em produtos, como insumos e sementes, diminuem gastos nas propriedades

Imigrante abre Processo Seletivo Simplificado para Farmacêutico

09/09/2019

Prazo vai até 16 de setembro


Imigrante implanta sistema de Ouvidoria

09/09/2019

Objetivo é atender ao público buscando sugestões, opiniões e ideias inovadoras

Novas placas reforçam identidade visual

06/09/2019

Padronização inclui o nome da instituição, brasão do município e o título “A Terra dos Imigrantes”