Estado

Inscrições para guarda-vidas civil temporário se encerram nesta terça-feira

Ao todo, são 600 vagas para atuação nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2018, em praias de mar e águas internas

12/12/2017 - Estado

Nesta terça-feira (12) é o último dia para se inscrever para o processo seletivo de contratação de guarda-vidas civis temporários do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS). As inscrições podem ser feitas até as 23h59 no site da Brigada Militar. Ao todo serão 600 vagas para atuação nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2018, empraias de mar e águas internas. 

Para se inscrever, o interessado deve ter entre 18 e 45 anos (ambos os sexos), Ensino Fundamental completo, estar em dia com as obrigações eleitorais e militares e não ter sofrido condenação criminal com pena privativa de liberdade. No momento da inscrição, o candidato já faz a opção por águas do mar ou águas internas. 

O processo seletivo se dará em duas fases. A primeira será de habilitação específica, que consiste em exames de saúde, mental e aptidão física, e a segunda, de capacitação técnica para os aprovados na primeira etapa, com duração de 200 horas/aula. A primeira etapa ocorre no próximo dia 29. Durante o período de contratação, o guarda-vida temporário recebe mensalmente R$ 2 mil, com acréscimo de 100% a título de risco de vida, 30 vales-refeição e auxílio-transporte. 

Disposição de vagas

Para águas do mar, são oferecidas 460 vagas: 360 no Litoral Norte e 100 no Litoral Sul. Para águas internas, são 140 vagas: 16 no Litoral Norte, 30 na Região Metropolitana, 14 em Porto Alegre, 20 na Região Sul, 16 na Região Central, 14 no Vale do Rio Pardo, 16 no Vale do Rio dos Sinos e 14 na Fronteira Oeste. 

Municípios onde podem desempenhar a função

Salvamento aquático em águas do mar: Torres, Arroio do Sal, Capão da Canoa, Xangri-Lá, Imbé, Tramandaí, Cidreira, Balneário Pinhal, Palmares do Sul, Mostardas, Tavares, São José do Norte, Rio Grande, Santa Vitória do Palmar e Chuí. 

Salvamento aquático em águas internas: Porto Alegre, Taquara, Triunfo, Montenegro, Pelotas, São Lourenço, Santa Vitória, Arroio Grande, Nova Palma, Restinga Seca, Santa Maria, Jaguari, São Francisco de Assis. São Vicente do Sul, Lavras do Sul, Mata, Toropo. São Pedro do Sul, Cachoeira do Sul, Rio Pardo Vale Verde, Serafina Correa, General Câmara, Viamão, Arambaré, Tapes, Barra do Ribeiro, Cristal, São Jerônimo, Pinhal, Cidreira, Santo Antônio da Patrulha, Osório, Candiota, Dom Pedrito, Rosário do Sul, Cacequi, Santana do Livramento, Manoel Viana, Itaqui e Cruz Alta. 

Mais informações podem ser obtidas no site do Corpo de Bombeiros ou da Brigada Militar. Ou também no Departamento Administrativo do CBMRS, na Rua Silva Só, 300, bairro Santa Cecília, em Porto Alegre. Podem ser feitos contatos também pelos telefones 51 3327-2132 e 3327-2160. 

Troca de nomenclatura

Para atender à orientação da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa), o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS) adequou para 'guarda-vidas' a nomenclatura técnica dos militares e dos civis temporários que atuam no serviço de salvamento aquático, substituindo o termo 'salva-vidas'. 

A alteração acompanha o padrão internacional definido pela International Lifesaving Federation (ILS), harmonizando a denominação dos militares e dos civis temporários que prestam serviço no Rio Grande do Sul aos serviços dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil. 

EDITAL 


Leia Também

Receita Estadual intensifica em todo o Estado operações contra inadimplência do IPVA

03/06/2019

Depois de 60 dias em atraso, ocorre a inscrição em dívida ativa, quando há acréscimo de 5% sobre o valor do tributo não pago.

Pente-fino do INSS pega segurados de surpresa

08/11/2018

Nem todos os beneficiários são comunicados pelo INSS; Em pouco mais de dois anos, oito de cada dez auxílios-doença analisados foram suspensos


Calor e chuva permanecem no estado na próxima semana

28/09/2018

Entre a terça (2) e quinta-feira (4), o calor e a umidade predominarão, com pancadas isoladas de chuva na maioria das regiões

Médicos receberão mais por consultas pelo IPE a partir de 1º de outubro

13/09/2018

Essa medida representa R$ 35 milhões a mais por ano pelo pagamento das consultas