País

Investigados pela PF

Pablo Tatim, que residiu em Estrela, é um dos alvos

14/02/2020 - País

O  ex-ministro do Trabalho e ex-deputado federal Ronaldo Nogueira foi exonerado da função de presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). A saída dele foi publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial da União (DOU), onde consta que a exoneração foi “a pedido”. Nogueira foi alvo de busca e apreensão na Operação Gaveteiro, deflagrada pela Polícia Federal no último dia 6 para investigar a suspeita de desvio de R$ 50 milhões no antigo Ministério do Trabalho, que ele comandou durante o governo de Michel Temer. O desvio, segundo a PF, aconteceu entre 2016 e 2018, por meio da contratação de uma empresa do ramo da tecnologia da informação.

OUTROS INVESTIGADOS

Além de Nogueira, também foram alvos da operação: Pablo Tatim, ex-assessor de Onyx Lorenzoni na Casa Civil; e o ex-deputado federal Jovair Arantes. Tatim, em 2015, chegou a ser colunista no jornal NG, época em que residia no município e atuava na área da advocacia.


Leia Também

Investigados pela PF

14/02/2020

Pablo Tatim, que residiu em Estrela, é um dos alvos

Governo acaba com obrigatoriedade de simulador para tirar carteira

14/06/2019

Contran também diminuiu de 25 para 20 horas número de aulas práticas


Pediatras pedem uso racional de exames por imagens em crianças

11/10/2018

A proposta é estimular o uso racional das ferramentas

IDH do Brasil tem leve variação e país mantém 79ª posição no ranking

14/09/2018

Aumento na renda faz IDH do Brasil subir 0,001 ponto e chegar a 0,759