Variedades

Juliana Paiva diz se inspirar em 'Os Normais' em seu 1º filme como protagonista: 'É difícil fazer ri

Rúcula com tomate seco' estreia nesta quinta-feira (23) nos cinemas. Ao G1, atriz fala da carreira: de uma peça aos 10 anos até novelas como 'Totalmente demais' e 'A força do querer'.

23/11/2017 - Variedades

papel que projetou Juliana Paiva nasceu como vilã – ou, nas palavras dela, "uma menina escrota". "Quando li o texto, falei: 'Vou ser odiada!'", lembra. Não foi. A Fatinha de "Malhação 2012" fez sucesso. Mesmo porque, no fim, a ideia original acabou sendo abandonada, e a personagem virou uma "sem noção engraçada", na descrição da própria atriz.

Agora Juliana volta ao gênero, no filme "Rúcula com tomate seco" (uma referência à pizza), que estreia nesta quinta-feira (23). A história se passa, em grande parte, dentro de um quarto de motel. Ali, está um ex-casal que, depois de se reencontrar na balada, tem uma recaída. A dupla se alterna entre sessões de sexo, DR e piadinhas.

Os protagonistas são vividos por Juliana e Arthur Vinciprova, que estreia como diretor (o roteiro também é dele). É uma produção de baixo orçamento, custou R$ 1 milhão, parte captado via Lei de Incentivo Municipal de Resende, cidade natal de Vinciprova.

Em entrevista ao G1 por telefone, a atriz cita influência de "Os normais" e diz que o filme como "não é uma comédia rasgada, declarada". Sobre sua personagem, resume: "Faz tratamento com psiquiatra e toma tarja preta, é muito fechada para falar de relacionamento".


Leia Também

Luana Piovani vai se mudar com a família para Portugal

29/01/2018

Atriz contou que escolheu Cascais por causa da praia

Mamães famosas enchem web com fotos de seus filhos fofos

19/12/2017

Imagem já rendeu mais de 24 mil curtidas e muitos elogios, no Instagram


Susana Vieira está internada

19/12/2017

Atriz está com trombose nas pernas

Personagens de Star Wars viram bonecos 'caganers' na Catalunha

19/12/2017

Os personagens da saga "Star Wars" viraram "caganers", tradicionais bonecos catalães;