Estrela

Mais acessibilidade nos prédios públicos de Estrela

Projeto de Darlã Bellini (PSB) prevê rampas de acesso

05/10/2018 - Estrela

Após ser procurado por alunos do Colégio Martin Luther (CML) para uma entrevista sobre acessibilidade em Estrela, o vereador Darlã Bellini (PSB) dedicou-se a elaborar um projeto de lei sobre o tema para beneficiar pessoas que dependem de cadeiras de rodas. A proposta, que ainda não está finalizada, visa garantir o acesso dos cadeirantes aos prédios públicos, equipados com rampas e condições adequadas para a movimentação.

Na sessão do Legislativo de segunda-feira, dia 1º, ele contou sobre como surgiu a ideia. “Fui pego de surpresa e pedi um dia de prazo para estudar e ver como estão essas questões na cidade. Falei com alguns secretários e, inclusive, com o prefeito. Na prefeitura, não há acessibilidade para o segundo andar. Imaginem vocês quando o cadeirante chega para, por exemplo, conversar com o prefeito ou ir no setor pessoal. Pelo menos três pessoas precisam o carregar até a sala.”

Na Câmara de Vereadores, lembrou o parlamentar, foi construída uma rampa e instalado elevador. A ideia é exigir rampas de acesso nos prédios alugados pela administração. “Quando o município alugar qualquer imóvel, que esse tenha acessibilidade para os cadeirantes. Se não tiver, não terá como fazer a locação”, sugere. Bellini estima que existam cerca de 30 cadeirantes no município.


Leia Também

Cidadãos estrelenses receberão IPTU em casa

18/12/2018

Guias serão enviadas pelos Correios, assim como a Taxa do Lixo. Prazo para quitar o tributo com o desconto de até 12% se encerra dia 03/01

Novas profissionais do Mais Médicos já atuam no município

17/12/2018

Elas iniciaram atendimentos na semana passada, nos ESFs dos bairros das Indústrias e Moinhos


Estrela autoriza licitação para pavimentação de mais 36 ruas

17/12/2018

Obras serão executadas por meio do Projeto Avançar Cidades, com investimento de R$ 11 milhões

Cooperativa Escolar de Estrela arrecada brinquedos

17/12/2018

Ação social foi realizada pela Cooperpin, uma das novas cooperativas escolares da temporada 2018 do programa