Estrela

Motoristas são flagrados realizando conversões proibidas no Centro

Conversões não permitidas e veículos estacionados em vagas preferenciais são principais infrações

02/08/2019 - Estrela

Créditos da matéria: Ana Caroline Kautzmann

Há alguns meses, os motoristas que transitavam pela Rua Tiradentes, no Centro de Estrela, e chegavam até a Rua Bruno Schwertner, podiam seguir livremente à esquerda, em direção à rótula da Rua Coronel Müssnich, à direita, em sentido à Rua Júlio de Castilhos, ou até mesmo atravessar a via, entrando na Rua Pércio Freitas.

Mas, com as mudanças no trânsito, atualmente, só é possível converter à direita. Mesmo com a sinalização (incluindo os tachões no meio da pista), motoristas atravessam a rua, dobram à esquerda e infringem às leis.

Caminho mais curto - e mais perigoso

Na tarde de terça-feira, dia 30, a equipe do Jornal Nova Geração foi até o local para observar quantos motoristas cumprem com a nova sinalização. Durante 20 minutos, das 13h57min até às 14h17min, 49 carros passaram pela Rua Tiradentes e entraram na Bruno Schwertner. Destes, oito realizaram a conversão de forma indevida, representando 16,32% dos motoristas que passaram pelo local.

Para que estivessem dentro da legislação, os motoristas teriam que realizar a conversão à direta, seguir até a rótula do “Parcão” e retornar, caminho que representa cerca de 350 metros a mais do que o percorrido por quem infringe a sinalização e aumenta o risco de acidentes.

Conversão

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), “executar operação de conversão à direita ou à esquerda em locais proibidos pela sinalização” resulta em infração grave. De acordo com a tabela do Detran/RS, a multa aplicada, nestes casos, é de R$ 195,23 e o motorista recebe cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Vagas ocupadas de forma irregular

No Centro, as irregularidades permanecem. Apenas na Rua Júlio de Castilhos, por volta das 14h30min do mesmo dia, quatro carros ocupavam vagas de esquina, onde é proibido estacionar. Além destes, um ocupava uma vaga exclusiva para idosos, na esquina com a Borges de Medeiros, sem o uso do cartão de identificação à mostra no veículo.

Nas ruas Treze de Maio, Borges de Medeiros, Marechal Floriano, Venâncio Aires e Coronel Flores, foram pelo menos mais sete irregularidades detectadas envolvendo o estacionamento. Em contrapartida aos carros, nenhuma moto, em todo percurso percorrido, estava estacionada fora dos locais adequados e redirecionados a esse tipo de veículo.

E a multa?

O CTB prevê que estacionar o veículo nas esquinas e a menos de cinco metros do bordo do alinhamento da via transversal é uma infração média: multa de R$ 130,16 e quatro pontos na CNH.

Já estacionar nas vagas reservadas às pessoas com deficiência ou idosos, sem credencial que comprove tal condição é uma infração gravíssima (multa de R$ 293,47 mais sete pontos). 

Melhorias para o trânsito

No mesmo dia em que a reportagem registrou as infrações nas ruas centrais, a equipe do Departamento de Trânsito da prefeitura estava, na Rua Coronel Flores realizando nova sinalização horizontal para uma faixa de segurança. De acordo com o secretário do Planejamento e Desenvolvimento Econômico Paulo Finck – secretaria a qual é vinculado o Departamento de Trânsito, a preocupação com melhorias na sinalização é constante. “As ações do DT como a pintura de faixas de segurança, locais específicos para idosos e outras, respeitam a legislação de trânsito e tem, como um de seus objetivos, orientar e educar os motoristas para melhor organização e fluidez do trânsito. Cabe ao departamento, hoje, somente esta atribuição, ou seja, a sinalização”, afirma.

Ele explica que o poder de multa e fiscalização é da Brigada Militar. O município somente poderá autuar quando tiver os agentes de trânsito, que devem, antes de iniciar seu trabalho, realizar um treinamento e capacitação. 

Fiscais de trânsito aguardam chamamento

A realização do concurso público de Estrela, que previa a contratação, entre os outros cargos, de fiscais de trânsito, completou um ano em junho. A previsão, de acordo com o prefeito Rafael Mallmann, é realizar o chamamento ainda neste segundo semestre. “A prefeitura, neste momento, está fazendo levantamento de custos dos equipamentos necessários para que eles possam atuar, como viaturas, fardamentos e outros”, informa.

Antes de iniciarem seu trabalho, os servidores realizarão treinamento e capacitação para atuarem na fiscalização do trânsito.


Leia Também

Um recomeço após o choque

13/12/2019

Leandro Görgen saiu do hospital esta semana após sobreviver a uma descarga elétrica em Estrela

Polícia recebe maior valor de repasse

13/12/2019

Vara de Execuções Criminais repassou R$ 184 mil a entidades, sendo o recurso oriundo de multas e verbas pecuniárias


Posto Central de Estrela muda de endereço

12/12/2019

Atendimento no atual endereço estará fechado a partir desta quinta-feira (12). Novo local abrirá portas dia 17

Emef Cônego Sereno Hugo Wolkmer é a campeã da Gincana de Natal

12/12/2019

Tarefa final e divulgação dos vencedores aconteceu na noite de terça-feira, no Parque Princesa do Vale