Vale do Taquari

MP prende três servidores e ex-prefeito por corrupção e lavagem de dinheiro em Teutônia

Ao todo, além dos quatro mandados de prisão, foram cumpridos oito de busca e apreensão e cinco de condução coercitiva em Teutônia

28/03/2018 - Vale do Taquari

A Promotoria de Justiça de Teutônia desencadeou na manhã desta quarta-feira, dia 28, a Operação Schmutzige Hände (“Mãos sujas”, em alemão), que prendeu o secretário municipal de Saúde, o procurador-geral do município, o chefe do Setor de Compras e um ex-prefeito de Teutônia.

Conforme o promotor de Justiça de Teutônia, Jair Jõao Franz, a ação do Ministério Público tem como foco a prefeitura e apurar crimes de organização criminosa, corrupção, fraude em licitações, lavagem de dinheiro e tráfico de influência. O coordenador do Nimp, promotor de Justiça Diego Rosito de Vilas, também participa da operação.

Ao todo, além dos quatro mandados de prisão, foram cumpridos oito de busca e apreensão e cinco de condução coercitiva. A operação conta com a participação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Núcleo de Inteligência do Ministério Público (Nimp), Polícia Civil e Tribunal de Contas do Estado (TCE).

 


Leia Também

Cultura, solidariedade e emoção marcam Natal Solidário Languiru

14/12/2018

Evento natalino, em sua 2ª edição, será no dia 21 de dezembro

Eleitas equipes diretivas das escolas estaduais

07/12/2018

Colinas, Estrela e Imigrante conhecem novos comandos


OAB faz eleição para diretoria

23/11/2018

Estrela tem chapa única chamada OAB Unida

Violência não reduzirá, diz pesquisa

23/11/2018

Opinião foi compartilhada por maioria dos entrevistados. La Salle ouviu moradores de Estrela, Lajeado e Teutônia