Estrela

Mulheres de Estrela ganham Conselho

Lei foi sancionada pelo prefeito em exercício Valmor Griebeler

08/11/2019 - Estrela

Créditos da matéria: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Estrela

“Não queremos que este seja apenas mais um conselho. Queremos que, de fato, as políticas públicas aconteçam.” A afirmação é do prefeito em exercício Valmor Griebeler, que sancionou na quarta-feira, dia 6, a lei que cria o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim) e o Fundo Municipal dos Direitos da Mulher de Estrela. A criação da lei, conforme justificou o Executivo, vem ao encontro dos interesses da comunidade, e vai possibilitar a efetiva criação de uma rede de apoio à mulher e uma melhor articulação das políticas públicas e das ações para a garantia de seus direitos, priorizando a efetivação da Lei Maria da Penha, bem como uma efetiva participação da sociedade e do poder público, por meio dos representantes de entidades não governamentais.

Voz para elas

Com a criação do Fundo Municipal dos Direitos da Mulher, haverá recursos do município e da União para que se atinja os objetivos de garantia dos direitos da mulher, oferecendo um maior amparo, especialmente para vítimas de agressões e discriminação na sociedade. A vereadora Débora Martins, que por meio de indicação apresentada em março solicitou a criação do conselho, destacou sua importância. “Vamos fortalecer as ações, tornando as políticas permanentes e dando voz às mulheres.” O objetivo, conforme ela, é trabalhar políticas o ano todo.

 

 


Leia Também

Lucão bate-papo com fãs em Estrela na sexta-feira

18/02/2020

Jogador da Seleção Brasileira de Vôlei conversará com torcedores no próximo dia 21. Ainda há vagas

Redução de salários na pauta em Estrela

14/02/2020

Requerimento foi apresentado na sessão e projeto depende da Mesa Diretora, sendo que assunto gerou polêmica nas redes


Vigias repudiam fala de Zancanaro

14/02/2020

Profissionais escreveram carta de repúdio à fala do parlamentar

Mais casas populares devem ser entregues no primeiro semestre

14/02/2020

Das 126 casas do Loteamento Nova Morada III, pelo menos 28 podem ser entregues nos próximos meses