Estrela

Emoção marca o sorteio das casas do Nova Morada

21/12/2015 - Estrela

O sonho da casa própria está mais próximo para 250 famílias de Estrela, que vão ocupar as unidades habitacionais dos conjuntos Nova Morada I e II, em Novo Paraíso, o maior projeto habitacional da história recente do município. O sorteio das residências foi realizado no último sábado (19), e foi marcado pela emoção dos contemplados. "É o maior sonho da minha vida", disse Rosane Neves (50), a primeira a ter o nome confirmado como futura moradora. Com um filho portador de necessidades especiais, ela não continha a emoção. "Tinha fé, mas não imaginava que pudesse ganhar".  Rosane mora em uma casa alugada no Bairro  Imigrantes, e já projeta o futuro. Com o dinheiro que sobrar – a prestação será pelo menos quatro vezes menor que o aluguel – quer investir na nova casa. "Quero cuidar dela", afirma.
Emoção também para Lucinda Gebin (61), diarista que mora no Bairro Moinhos e também tem uma filha com necessidades especiais. A casa onde vive é atingida por enchentes - "este ano foram duas" – recorda, e a expectativa de mudar para o novo núcleo habitacional é grande. "Chega de enchente", exclamou Lucinda ao ter seu nome sorteado, resumindo numa palavra o que representou aquele momento: "felicidade".

Uma outra vida
A expectativa de uma nova vida também se confirmou para a dona de casa Raíssa Ingrid da Silva Felício (20). Mãe de duas meninas de seis anos de idade, ela está abrigada junto ao antigo Cemai, pois a casa onde morava e pagava aluguel foi interditada depois da última enchente. O sentido, segundo ela, é de muita emoção. "A casa é para ela", afirmou, referindo-se às filhas, para as quais espera dar uma vida melhor. "Com certeza será outra vida", enfatizou.   
Sorteio
O sorteio, realizado no CTG Raça Gaudéria, obedeceu aos critérios fixados pelo programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal. Pela manhã foram destinadas as 150 casas do Nova Morada I, para 267 famílias aptas a participar, e 148 aptas para as 100 moradias do Nova Morada II. Do total de unidades de cada conjunto, 3% dos imóveis foram destinados para pessoas com deficiência e 3% para idosos. Os que não foram contemplados permanecem como suplentes. Todo o processo foi acompanhado pelo prefeito Rafael Mallmann, secretários municipais e vereadores, e fiscalizado pelo Conselho Municipal da Habitação.
O prefeito lembrou que a assinatura do contrato para a implantação dos conjuntos habitacionais ocorreu no Natal de 2013. Fruto, segundo ele, da união e do esforço do Governo Municipal como um todo. "Que este seja um local de união e felicidade", ressaltou. Conforme Mallmann, o Nova Morada é fruto de um investimento de R$ 17 milhões do governo federal e mais R$ 3 milhões do município. Vai contar com toda a infraestrutura e a expectativa, segundo ele, é de que as casas sejam entregues em abril do próximo ano. "É um projeto que nos deixa muito orgulhosos e será o melhor projeto do Minha Casa, Minha Vida no Rio Grande do Sul", prosseguiu.
O secretário do desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação, José Itamar Alves, lembrou a criação da pasta e o compromisso com o social. "É um novo bairro que está sendo implantado. As pessoas vão morar num lugar de bem", destacou.  O prefeito Rafael Mallmann anunciou, na ocasião, a terceira fase do projeto, com mais de 100 moradias. 


Leia Também

Languiru irá inaugurar supermercado em Estrela

20/06/2019

Unidade tem previsão de inauguração em julho

Com braço atrofiado, a espera pela cirurgia

20/06/2019

Ana Aguiar está com o cotovelo quebrado


Atraso em obra de quadra coberta mobiliza pais

20/06/2019

Construção da estrutura no Bairro das Indústrias foi iniciada em 2014

Justiça nega pedido de liminar e obras agora estão autorizadas em prédio da Polar

20/06/2019

Medida evitaria realização de qualquer modificação no prédio