Vale do Taquari

Passagens do transporte intermunicipal aumentam para R$ 5,15

Usuários do transporte coletivo intermunicipal estão pagando mais caro pela passagem

04/01/2019 - Vale do Taquari

Desde o dia 1º de dezembro, os usuários do transporte coletivo intermunicipal estão pagando mais caro pela passagem. A tarifa de quem embarca em Estrela com destino a Lajeado passou de R$ 4,35 (valor anterior a julho) para R$ 5,15.

A revisão dos valores, aprovada em junho de 2018 pela Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (Agergs), chega neste ano a 18,9% para linhas direto, semidireto e comum com embarque em estações rodoviárias e 22,2% para embarque fora das estações. Para minimizar o impacto do reajuste no bolso dos passageiros, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) definiu que o aumento seria dividido em duas parcelas. Uma com início em 1º de julho e outra em 1º de dezembro.

O presidente do Sindicato das Estações Rodoviárias do Rio Grande do Sul (Saerrgs), Nelson Noll, informa que há nove anos a tarifa não era recalculada. “Hoje todos nós estamos sofrendo com a queda no movimento, que se dá não só em função do valor da passagem, mas da economia”, comenta. De acordo com Noll, o aumento é expressivo para quem utiliza o transporte todos os dias, mas pesa ainda mais na conta das empresas. Explica os fatores que são observados para o aumento na tarifa: salários dos motoristas, preço do ônibus e o valor do combustível. “Outro fator são as gratuidades, que hoje representam um custo muito alto”, diz.

Cenário preocupa usuários

O aumento pesa no bolso de quem tem o transporte público como a única opção. É o caso de Gustavo André Hauschild, de 21 anos, morador de Estrela. “Dependo de carona ou do ônibus. Como recebo o número certo de passagens para usar durante o mês, se eu for no fim de semana, tenho que pagar do bolso, o que torna o valor bem alto. Ir e voltar são R$ 10,30 e isso limita muito utilizar este meio para passeios e afins”, destaca.

Viagem mais cara a Lajeado

Na linha Estrela-Lajeado, a passagem, que custava R$ 4,35, passou para R$ 4,75 no primeiro aumento e para R$ 5,15 no segundo. O gerente da Auto Viação Estrela, João Reckziegel, afirma que o reajuste é uma preocupação também para os empresários do ramo. “Também achamos a tarifa cara para o passageiro, mas para nós, que recebemos, quase não cobre os custos, porque não temos incentivo, nem na compra de diesel, nem na compra de veículos novos, por exemplo”, destaca.

Reckziegel concorda com Noll quando ele afirma que as isenções encarecem a tarifa. “A cada cinco passageiros, um é isento. Isso impacta muito. Mas já estão sendo feitos estudos para rever essa política.” A empresa atende os passageiros diariamente das 6h15min às 20h e não há previsão de redução de horários. “Há alguns meses tiramos algumas linhas da noite, do fim de semana e dos feriados, porque não tínhamos demanda”, explica. 


Leia Também

Prefeito de Paverama tem mandato cassado

12/09/2019

Vanderlei Markus também terá pena de dois anos e dez meses de prisão em regime aberto

Case de inclusão premia Languiru

30/08/2019

Cooperativa recebeu troféu na categoria “Depois da Porteira”, entregue na quarta-feira, na Expointer, pela Federasul


Estrela é o segundo município mais populoso do Vale

30/08/2019

Imigrante e Colinas também alcançaram índices positivos na estimativa populacional de 2019 em comparação ao Censo de 2010

R$ 81 mil entregues para projetos sociais

23/08/2019

Sicredi disponibiliza auxilia 33 instituições dos três municípios