Estrela

População reclama de atendimentos

Demora, negligência e até falta de materiais são pontos destacados pela comunidade. Vereadores também abordaram situação

10/11/2017 - Estrela

Créditos da matéria: Carine Krüger

Na sessão do Legislativo de segunda-feira, vereadores apresentaram reclamações da população em relação ao Pronto Socorro do Hospital Estrela. Nardi Afonso da Silva (PTB) disse que o atendimento no setor precisa ser revisto. Darlã Belini (PSB) citou que as principais queixas são em relação à demora das consultas com os médicos plantonistas.
Débora Martins (PMDB) lembrou, porém, que muitas pessoas vão ao Pronto Socorro para conseguir consultas, prejudicando o atendimento de quem sofre acidentes ou está com problema urgente de saúde.
Uma pessoa que prefere não se identificar reclama do atendimento que recebeu após cirurgia pelo SUS. “O médico aparecia muito pouco, não prestava informações sobre os cuidados no pós-operatório. Foram os dias mais difíceis que passei na minha vida.”
As reclamações também estão nas redes sociais. “Após passar por exames, o médico deu alta. Foi para casa à meia-noite com dores, tonturas e sinais relevantes de enfarto. Desconfiamos e o levamos para atendimento em Lajeado e logo foi internado na UTI porque estava mesmo enfartando.” O relato é de Jéssica Menezes Rodrigues, após atendimento no hospital do seu tio Emanoel Gilberto Menezes, de 60 anos, mais conhecido por Pelé.
Jéssica lembra que esperaram por um tempo (não soube precisar quanto) até que resolveram ligar para a polícia e para um amigo político. “Além da demora, meu tio ainda ficou em uma maca sem lençol e travesseiro. Pedimos para a enfermeira, que falou não haver o material no momento.”
Segundo ela, caso não o tivessem levado para Lajeado, ele poderia ter morrido em casa.

 

Reportagem completa na edição impressa do NG de hoje


Leia Também

Neste sábado tem Sabadoidão

15/11/2018

Atrações culturais e descontos em lojas estão previstos

Moradores relatam problemas com telefonia e internet no interior

15/11/2018

Comunidade aguarda soluções para a falta de sinal e de qualidade em serviços prestados


Estrela consegue adesão ao Susaf

15/11/2018

Agroindústrias habilitadas poderão comercializar produtos em todo o Rio Grande do Sul

Divina Providência vai assumir Hospital

15/11/2018

Rede possui mais duas casas de saúde no Vale do Taquari e duas em Porto Alegre