Estrela

Prefeitura irá investir R$ 9 mil em novas câmeras no Complexo da Polar

Recente furto de telhas, flagrado por morador, demonstra insegurança do local

11/01/2019 - Estrela

Até o fim fevereiro, seis novas câmeras de vigilância devem ser instaladas no perímetro da antiga Cervejaria Polar, que inclui a Escadaria de Estrela. O novo sistema, que também prevê a substituição de outras três, deve ajudar a evitar crimes como o ocorrido no feriado de Ano Novo, quando dois homens furtaram telhas de um dos prédios do complexo e foram flagrados por um morador, que fez fotos.

O prédio que foi alvo dos criminosos é depósito para bens inservíveis da prefeitura, que são descartados para leilão. Durante o ato, o Setor de Vigilância do local acionou a Brigada Militar, mas os suspeitos não foram reconhecidos pela testemunha e foram liberados. As duas telhas galvanizadas foram levadas e a administração estuda o que será feito a partir de agora. “Vamos estudar com a engenharia qual a solução segura, se recolocar telhas usadas ou remover todas, mas não temos essa avaliação ainda. O que fizemos, até o momento, foi soldar uma das portas, para dificultar a entrada”, explica o secretário de Administração e Recursos Humanos, Jônatas dos Santos.

Mais segurança

O projeto de implantação de novas câmeras começou ainda em setembro de 2018, após pichações que foram feitas na Escadaria de Estrela. “O investimento não tem a ver só com esse furto, mas vem de encontro e como resposta às ocorrências. Também, com a conclusão da terceira etapa de revitalização da Escadaria, haverá mais movimentação no espaço. Com essas novas câmeras, os vigias poderão acompanhar um perímetro maior do local”, explica o secretário.  


Leia Também

Languiru irá inaugurar supermercado em Estrela

20/06/2019

Unidade tem previsão de inauguração em julho

Com braço atrofiado, a espera pela cirurgia

20/06/2019

Ana Aguiar está com o cotovelo quebrado


Atraso em obra de quadra coberta mobiliza pais

20/06/2019

Construção da estrutura no Bairro das Indústrias foi iniciada em 2014

Justiça nega pedido de liminar e obras agora estão autorizadas em prédio da Polar

20/06/2019

Medida evitaria realização de qualquer modificação no prédio