Estrela

Primeiros meses do novo transporte coletivo agradam

Ajustes foram realizados em itinerários e horários e outras demandas seguem sendo analisadas

08/11/2018 - Estrela

O início da semana marcou os primeiros sessenta dias das novas operações do transporte coletivo de Estrela, agora sob responsabilidade da empresa Trevosul Transportes Ltda. Usuários já mais acostumados com os novos horários e trajetos ainda citam algumas demandas, mas reconhecem que o serviço melhorou, entre eles a utilização de veículos novos e melhores equipados. Ao todo são 1,3 mil passageiros atendidos diariamente em média, sempre a partir das 6h.

Dienifer Fontoura de Vargas (22) é moradora do Pinheiros. Utiliza o serviço sempre que precisa fazer algo no Centro ou visitar alguém. Afirma que o serviço melhorou bastante. "Os veículos são melhores, estão bem identificados. São maiores, há espaços preferenciais e mesmo um assento onde você pode sentar para separar seu dinheiro antes de passar pela roleta. Você entra pela frente e sai por trás. E o motorista sempre lhe espera", detalha ela. Eva da Graça Hauschild (68) diz ser usuária há mais de 30 anos dos serviços em Estrela. "Tenho certeza que fui uma das primeiras a pegar transporte coletivo aqui em Estrela", garante a moradora do Bairro das Indústrias. "Seja para trabalhar ou fazer as minhas coisas do dia a dia", revela a vendedora autônoma. Para ela, os serviços melhoraram. "Os carros são melhores, novos, maiores. Os funcionários também muito atenciosos. Agora que alguns ajustes foram feitos, os motoristas estão mais acostumados aos itinerários e as pessoas também se adaptaram às mudanças que foram necessárias, como de alguns horários, o serviço parece agradar a maioria. Atender às necessidades de cada um, de forma individual, é complicado demais mesmo", diz ela, antes de embarcar.

Segundo o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico (Seplade), Paulo Ricardo Finck, pasta que responde pelo Departamento de Trânsito (DT), órgão que comandou o processo de transição que ocorreu via licitação, era esperado que ocorressem algumas reclamações no início, mas que estas diminuíssem com o tempo. "Mudanças sempre trazem transtornos para alguns, principalmente para aqueles que até então estavam acostumados a uma rotina. Mas as vezes é preciso mudar para colaborar com a situação de um maior número de pessoas", detalha o secretário. "Não podemos deixar de considerar a melhora dos veículos como um todo, além de uma tarifa menor que a anterior", detalha.

Gerson Teixeira, responsável pelo DT, destaca que ajustes recentemente realizados já foram feitos baseados nas observações de usuários e do próprio departamento. "Alguns itinerários receberam ruas. Alguns horários sofreram mudanças, até de início das operações. Temos inclusive um caso que, para atender a uma grande demanda de usuários do Bairro das Indústrias que surgiu, uma das linhas na parte da manhã fica cinco minutos parada no ponto da Rodoviária", explica. "Agora estamos estudando outra questão relacionada à linha que atende ao Bairro Auxiliadora. Estamos ouvindo moradores, usuários, empresários e entidades. Nosso Departamento de Trânsito estará sempre atento às demandas e fiscalizando aquilo que possa não estar saindo conforme o acertado", afirma.

Os cinco micro-ônibus (modelo midi) - os quatro titulares eram zero quilômetros - atendem às cinco linhas iniciais do transporte público coletivo possuem 22 lugares, inclusive dois assentos com cor diferenciada para marcar os espaços preferenciais. Os veículos, identificados pelas cores branca e azul, também contam com acesso via elevador/rampa para deficientes físicos ou cadeirantes e espaço reservado, inclusive para cão-guia. São equipados com ar-condicionado, lixeiras e tem identificação digital frontal e lateral da linha através de painéis led. Nas laterais das poltronas, tomadas USB para carregamento de celular. O usuário entra pela frente do veículo, paga a passagem, passa a roleta e depois tem saída livre na parte traseira do veículo. Por contrato, a empresa terá até seis meses para implantar também um sistema eletrônico de passagem. Mais informações no Departamento de Trânsito (DT) da Seplade, pelo telefone 3981-1075. Na página inicial do site da Prefeitura de Estrela e no link https://estrela.atende.net/#!/tipo/pagina/valor/109 constam as linhas e horários.


Leia Também

Estrela vai investir R$ 220 mil nas obras do Posto de Saúde Central

20/11/2018

Ordem de início dos trabalhos foi assinada na tarde de segunda-feira pelo prefeito Rafael Mallmann

Neste sábado tem Sabadoidão

15/11/2018

Atrações culturais e descontos em lojas estão previstos


Moradores relatam problemas com telefonia e internet no interior

15/11/2018

Comunidade aguarda soluções para a falta de sinal e de qualidade em serviços prestados

Estrela consegue adesão ao Susaf

15/11/2018

Agroindústrias habilitadas poderão comercializar produtos em todo o Rio Grande do Sul