Estado

Procurador-Geral do Estado reúne-se com ministra da AGU para tratar do Regime de Recuperação Fiscal

19/09/2017 - Estado

O procurador-geral do Estado, Euzébio Ruschel, esteve em Brasília, nesta segunda-feira (18), para tratar da adesão do Estado ao Regime de Recuperação Fiscal, com a advogada-geral da União, ministra Grace Mendonça. Na audiência, solicitada pela AGU, foi proposta a instalação de uma câmara de conciliação, para que eventuais questões jurídicas entre o Estado e a União sejam discutidas em uma mesa de negociação, evitando o ingresso de ações na Justiça.

A PGE discute, em duas ações (ação cautelar 3959 e ação cível originária 2755) e em um mandado de segurança (mandado de segurança 34110), junto ao Supremo Tribunal Federal, a dívida do Estado com a União. A PGE obteve liminar, deferida pelo ministro Marco Aurélio Mello, para não pagar a parcela da dívida do Estado com a União, impedir o bloqueio das contas e obrigar a União a continuar efetuando os repasses constitucionais.

De acordo com o procurador-geral, foi possível conversar a respeito dos pontos que ainda geram dúvidas para a assinatura do acordo. Ainda sobre a conciliação, Euzébio Ruschel esclareceu que a liminar seguiria valendo, mas o processo seria suspenso até que as partes chegassem a um acordo para adesão ao Regime.

A ministra Grace destacou que o Rio Grande do Sul vem trabalhando em uma política séria no reequilíbrio fiscal.


Leia Também

Rio Grande do Sul pode ter voos entre Porto Alegre e Bagé a partir de 2018

13/12/2017

Voo experimental ocorreu nesta quarta-feira, dia 13

TCE-RS lança Diagnóstico de Ouvidorias Municipais

13/12/2017

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) realizou, nesta segunda-feira (11), o primeiro Encontro de Ouvidorias Públicas do Estado.


Calendário de pagamento do IPVA 2018 começa nesta quarta

12/12/2017

Expectativa da Secretaria da Fazenda é arrecadar R$ 2,63 bilhões com o IPVA 2018

Inscrições para guarda-vidas civil temporário se encerram nesta terça-feira

12/12/2017

Ao todo, são 600 vagas para atuação nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2018, em praias de mar e águas internas