Estrela

Projetos sustentáveis viram moda

Reciclar grandes caixas metálicas descartadas pelo segmento de transporte pode garantir conforto, beleza, rapidez e economia à obra

13/04/2018 - Estrela

Créditos da matéria: Carine Krüger

Uma das tendências dos grandes centros e que vem crescendo no Vale do Taquari é o uso de containers na construção civil. As caixas metálicas descartadas são reaproveitadas, reformadas e transformadas em lojas, casas e até restaurantes modernos e cheios de forma. Em Colinas tem uma empresa específica com esse serviço: a Espaço Containers.
Os projetos já realizados mostram que reciclar pode garantir conforto, beleza, economia, rapidez e sustentabilidade à obra. Conforme o empresário do segmento, Marcelo Ceppo, o tamanho das unidades é adequado à construção modular. “O transporte é fácil e permite levar casas prontas para serem montadas em qualquer lugar do país.”
Para ter projetos diferenciados, segundo Ceppo, é possível criar alongamentos da construção. “A pessoa pode começar investindo em uma ou duas unidades e, quando quiser ampliar, compra mais e adapta o espaço e ao projeto inicial.”
Robustos e feitos de aço tratado contra corrosão, os containers podem ser empilhados, exigindo menor investimento em fundação e colunas. O empresário estima que é possível reduzir em até 20% os custos da obra, porque evita o gasto com materiais para acabamento externo, já que o interessante é deixar o visual das caixas. “Mas isso também não quer dizer que não se pode instalar fachadas.”
Os investimentos são próximos de alvenaria, mas o ganho ambiental é superior. O custo do metro quadrado construído pode variar entre R$ 1,2 mil e R$ 4 mil, sem contar o terreno.

Para morar
Fazer uma casa de construção metálica modular exige um projeto um pouco mais elaborado, com isolamento térmico e acústico nas paredes e estudo do terreno para desenhar janelas que permitam circulação cruzada de ar e, assim, a redução do uso de ar-condicionado ou aquecimento, oferecendo também eficiência energética.
Por isso, é preciso pesquisar e optar por empresas especializadas que ofereçam projetos eficientes com profissionais técnicos na área.

 

Leia mais na edição impressa do NG de hoje


Leia Também

Sem votos, sem recursos

22/06/2018

Estrela precisa 1,3 mil votos para receber verbas do Governo

Alimente-se bem no inverno

22/06/2018

Confira dicas da nutricionista Taís Hart Pezzini para manter uma alimentação saudável no período de baixas temperaturas


Estrelense lança livro dia 10 de julho

22/06/2018

Líder comunitário, político e empresarial relata histórias em obra

Cantora ganha painel na Escadaria

22/06/2018

Arte foi desenvolvida e realizada pela estudante de Design, a estrelense Luisa Born, de 21 anos