País

Rio Grande do Sul sedia primeira fase de programa que incentiva o turismo nacional

Com uma linha de crédito de R$ 5 bilhões do governo federal, a iniciativa pretende financiar infraestrutura pública e privada de turismo em todo Brasil

12/06/2018 - País

Como incentivo ao turismo do Rio Grande do Sul, a primeira rodada itinerante do Programa de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo (Prodetur + Turismo), do Ministério do Turismo, foi lançado nesta segunda-feira, dia 11, no Palácio Piratini. Com uma linha de crédito de R$ 5 bilhões do governo federal, a iniciativa pretende financiar infraestrutura pública e privada de turismo em todo Brasil, além de ações de promoção de destinos, informação ao turista e estudos de planejamento e diagnósticos de mercado.

Com o Prodetur + Turismo, os municípios gaúchos terão acesso a linhas de financiamento com prazos e juros diferenciados em instituições parceiras, como o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A cerimônia de divulgação do programa também marcou a assinatura de termo aditivo entre o ministério e o Badesul, que deve intermediar a liberação de recursos a clientes públicos e privados do RS, no valor de R$ 3.927.693,87. Foram entregues também os selos Brasil + Turismo, referentes a financiamentos já em andamento junto ao ministério/BNDES, com as prefeituras Canela, Gramado e Canoas.

Para o governador José Ivo Sartori, promover o turismo é fortalecer um setor que contribui com a economia em diferentes esferas que permite avançar o desenvolvimento. “O turismo gera emprego, renda e desenvolvimento econômico e social. Esse projeto incentiva melhorias na infraestrutura e no atendimento ao turista”, disse.

Sartori também falou que, apesar do período de dificuldades financeiras, o governo tem investido com responsabilidade no Rio Grande do Sul, como na entrega de 576 máquinas agrícolas para 336 municípios para beneficiar o desenvolvimento. “Atravessamos um período de dificuldades que exige seriedade política. Muita seriedade para não permitir que interesses pessoais se sobreponham ao interesse público. Devo dizer que quando há união, quem ganha é a comunidade. Só com união e responsabilidade conseguimos entregar um Estado melhor para todos”, ressaltou.

Conforme o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, em 2017, um em cada cinco postos de trabalho criados são gerados pelo segmento do turismo. “As pessoas e o consumo mudou, elas querem viajar. Temos um espaço muito grande para crescer. O Brasil é um país que ainda é jovem e se propõe a ser moderno, mas ainda é muito conservador e tem dificuldade de mudança”, disse.

Selo de qualidade

Um projeto do município de Canela recebeu o Selo Brasil + Turismo, que garante prioridade de tramitação no programa. A proposta de R$ 45,6 milhões prevê a qualificação de estradas turísticas de acesso a atrações da cidade e do entorno. Recursos na ordem de R$ 2,8 milhões também serão financiados para Gramado. Os clientes certificados de Canoas não especificaram o valor dos contratos.

Prodetur + Turismo

O Programa Nacional de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo, instituído pelo Ministério do Turismo, pela portaria n°74, de abril de 2018, para oferecer recursos para fomento de destinos turísticos brasileiros. O Prodetur Itinerante foi criado com a intenção de ser um canal direto de atendimento entre o contratante (cliente público ou privado) e o contratado (bancos de desenvolvimento), com apoio técnico e orientação do Sebrae. Nesta terça-feira, dia 12, o programa terá sua segunda rodada em Santa Catarina.

As propostas para obtenção de financiamento devem contemplar principalmente projetos na área de infraestrutura turística, saneamento básico, gestão e avaliação ambiental, transporte e mobilidade urbana. As diretrizes estratégicas do programa priorizam também ações de qualificação, promoção, apoio à comercialização, pesquisa e inovação, empreendedorismo e parcerias público-privadas. Nesta primeira fase, estão disponíveis R$ 5 bilhões para financiamentos com condições como prazo de até 20 anos para quitação.

Os projetos e ações aptos a serem beneficiados serão identificados com o Selo + Turismo, indicativo de alinhamento da proposta com a Política Nacional de Turismo, com o Plano Nacional de Turismo 2018-2022 e com as diretrizes do programa.

Para acessar o recurso, os interessados têm de integrar o Mapa do Turismo Brasileiro, com 3.285 cidades e 328 regiões turísticas, e os pleitos devem ser encaminhados, em versão digital, para o e-mail cgpla@turismo.gov.br. O telefone para contato é o 61 2023.7291/7888.

A solenidade teve ainda  um painel sobre Apoio e Fomento aos Projetos de Desenvolvimento e Estruturação do Setor Turismo no Brasil e debates com os palestrantes. Acompanharam o evento secretários de Estado, deputados estaduais, vereadores e representantes da prefeitura de Porto Alegre, Canela, Gramado, Canoas, bancos de desenvolvimento e entes privados.


Leia Também

Aposentados começam a receber este mês 1ª parcela do décimo terceiro

14/08/2018

O depósito será feito na folha do INSS entre os dias 27 de agosto e 10 de setembro

Subsídio ao diesel está garantido até o fim do ano

02/08/2018

O objetivo é garantir o desconto de R$ 0,46 no litro do diesel acordado com caminhoneiros durante greve da categoria


TSE considera que ex-presidente Lula é inelegível

02/08/2018

O ministro Luiz Fux rejeitou um pedido de um cidadão para barrar a candidatura do ex-presidente antes mesmo do período de registro, que termina em 15 agosto

Professores e servidores da rede pública podem se inscrever para aplicar provas do Enem

01/08/2018

As inscrições vão até o dia 20 de agosto. As provas do Enem 2018 serão aplicadas nos dias 4 e 11 de novembro; O trabalho é remunerado e o valor pago é de R$ 318