Estado

Sartori inaugura empreendimento de multinacional francesa em Teutônia

Inauguração é resultado de um investimento de R$ 104 milhões

28/02/2018 - Estado

O Rio Grande do Sul comemora a concretização de mais um investimento para o desenvolvimento econômico do estado. A multinacional Lactalis, considerada a maior no segmento de lácteos no mundo, inaugurou, nesta quarta-feira, dia 28, dois projetos inovadores em solo brasileiro. A partir de hoje, na planta instalada em Teutônia, no Vale do Taquari, duas novas linhas serão produzidas: uma de leite UHT, em garrafas PET; e outra de manteigas especiais, com receita original francesa. A inauguração é resultado de um investimento de R$ 104 milhões, anunciado em 2016, durante a missão internacional liderada pelo governador José Ivo Sartori à França.

Somente para adaptar a linha de produção de Teutônia, a Lactalis aplicou R$ 50 milhões em equipamentos para produção de leite em garrafa e mais R$ 20 milhões para a produção das manteigas, sendo alguns produtos importados. O processo durou 12 meses e foi concluído no final de 2017. O restante dos recursos foi distribuído entre investimentos para a ampliação da produção nas fábricas já existentes no estado e a mudança da matriz da empresa no Brasil, de São Paulo para Porto Alegre.

Sartori ressaltou que a inauguração é resultado de uma das parcerias que são fruto das missões internacionais do governo do Estado, que buscaram atrair investimentos em países como Alemanha, Itália, França, Argentina e Japão.

“Continuamos a plantar a semente da mudança, modernizando e desburocratizando o Estado, que não pode atrapalhar quem quer produzir e gerar emprego e renda. O Estado precisa ser parceiro de quem quer investir e crescer no Rio Grande. Vamos continuar trabalhando para uma administração pública mais eficiente e voltada para a população, não para si mesmo”, declarou.

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), Gilberto Porcello Petry, que acompanhou a missão à França, parabenizou o governador pela atração do investimento. “Estive no anúncio desses recursos, em Paris, e essa missão se materializou. O senhor fez um bom trabalho pelo seu estado e assim esperamos que mais indústrias e empresas venham investir aqui”, desejou.

O prefeito de Teutônia, Jonatan Bronstrup, ressaltou o esforço e a credibilidade do governo em relação à “coragem de fazer com que o empreendedor acredite no RS e na nossa região”. Conforme a administração municipal, a presença da empresa beneficia Teutônia com o acréscimo de 40% nos valores arrecadados com ICMS e com a produção de 270 mil litros de leite por ano, entre outros derivados. “O município está sempre aberto para quem quer empreender. Esse é um novo ciclo que se inicia”, complementou Bronstrup.

Novidades na produção no RS

O CEO da empresa para o Brasil, André Salles, apresentou as características do investimento e reforçou que a Lactalis produz praticamente toda a gama de produtos lácteos no RS. “O estado é muito estratégico para a gente. Fabricamos 900 milhões de litros de leite ao ano e exportamos 80% do volume que compramos dos produtores. Hoje, realizamos um sonho que estamos gestando há muito tempo. A Lactalis se preocupa em assegurar um produto de qualidade, de marcas fortes com preços acessíveis aos consumidores”, disse.

A novidade serve para envasar a fabricação de leite das marcas Parmalat e Elegê. Conforme a Lactalis, as garrafas Multiprotect apresentam barreiras de revestimento que evitam o contato do leite com o ambiente externo, ajudando a mantê-lo fresco por mais tempo. A embalagem tem também alta resistência, fácil acondicionamento e manuseio simples, evitando perdas e respingos.

Conforme a empresa, na França, o leite em garrafa PET representa 43% do mercado e 75% das vendas da Lactalis. No Reino Unido, a embalagem lidera 75% das vendas. “Essa é uma tendência que chega ao Brasil como fruto do amadurecimento do mercado de lácteos. O leite em garrafas agrega um novo conceito de praticidade e conveniência ao consumidor”, afirmou o diretor de comunicação da Lactalis do Brasil, Guilherme Portella.

As novas linhas de produção de manteigas premium são um segmento que apresenta crescimento no mercado. O produto deve seguir a tradicional receita francesa e a qualidade do produto Prèsident, uma das mais vendidas no país de origem da Lactalis, e, agora, a primeira a ser produzida na América do Sul.

Sobre a Lactalis

A multinacional francesa teve origem em 1933, mas o negócio passou a se chamar Groupe Lactalis apenas em 1999. O grupo cresceu com base em uma política de valorização dos produtores/fornecedores e comprometimento com o consumidor. Atualmente, tem unidades em 85 países e emprega 75 mil pessoas. Somente no continente americano, são 18,9 mil empregos.

A entrada no mercado brasileiro deu-se no ano de 2013. Hoje, são 15 unidades industriais com 8 mil empregados em mais de 50 localidades. Atualmente, é dona das populares marcas Batavo, Elegê, Président e Parmalat, entre outras.

No Rio Grande do Sul, são cinco unidades industriais, sendo uma em Santa Rosa, outra em Ijuí, duas em Três de Maio e mais uma em Teutônia. Estima-se que R$ 1 bilhão por ano seja injetado na economia gaúcha por meio das empresas instaladas no estado.

Além disso, a empresa tem um centro de distribuição, a Fazenda Vilanova, sete postos de resfriamento e um escritório administrativo. São gerados 2,3 mil empregos diretos e 8 mil famílias produtoras rurais contribuem com a produção de leite.

Estiveram presentes os secretários da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo; do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Tarcísio Minetto; do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Evandro Fontana; o CEO da Lactalis para a América Latina, Patrick Sauvageot; o diretor industrial da Lactalis, João Amaral; deputados estaduais; presidentes de entidades; representantes de sindicatos; e funcionários da empresa.


Leia Também

Aumenta o consumo e a procura pelo GNV

18/06/2018

Mesmo com a paralisação de 15 postos abastecidos com Gás Natural Comprimido durante a greve dos caminhoneiros, as vendas superaram as do mês de abril em 4,1%


Receita Estadual confirma blitz de IPVA para esta quarta-feira

13/06/2018

Porto Alegre e outras 12 cidades do interior do estado terão blitze com barreiras simultâneas com a finalidade de recuperar R$ 285 milhões que deixaram de ingressar nos cofres públicos até o momento

Executivo estadual define horários de atividades administrativas em dias de jogos do Brasil na Copa

12/06/2018

Com relação às escolas da rede pública estadual, no dia 22 de junho não haverá aula para os alunos da manhã. Já no dia 27 os alunos não terão aula no turno da tarde